Ambiente

Censo marinho revela 20 mil novas espécies

O primeiro recenseamento da vida marinha, que envolveu 2700 cientistas de mais de 80 países, permitiu identificar 20 mil novas espécies, mas um quinto dos oceanos permanece por explorar, segundo um relatório publicado esta segunda feira em Londres, a
Versão para impressão
O primeiro recenseamento da vida marinha, que envolveu 2700 cientistas de mais de 80 países, permitiu identificar 20 mil novas espécies, mas um quinto dos oceanos permanece por explorar, segundo um relatório publicado esta segunda feira em Londres, após dez anos de estudos.

O censo, publicado no âmbito do Ano Internacional da Biodiversidade, demonstrou uma profusão inesperada de espécies – um total de 250 mil contra as 230 mil conhecidas até ao momento.

O estudo demonstrou que existem espécies em todas as zonas estudadas, mesmo onde o oxigénio e a luz escasseiam, concluíram os investigadores envolvidos neste projeto.

Foi também apresentada uma cartografia da vida oceânica que destaca os trajetos migratórios das espécies, estabelecidos graças aos satélites e outros equipamentos eletrónicos. Os dados devem servir de “base para avaliar as modificações da vida marinha ligadas à mudança natural e à atividade humana”, como a poluição.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório