Mundo

Capital Humano nacional em 30º lugar entre 122 países

Portugal está em 30º lugar em termos de desenvolvimento de capital humano, numa lista de 122 países. O 'ranking' Human Capital Index, divulgado esta quarta-feira, avalia quatro pilares fundamentais de cada nação de maneira a determinar a capacidade d
Versão para impressão
Portugal está em 30º lugar em termos de capital humano, numa lista de 122 países. O ‘ranking’ Human Capital Index, divulgado esta quarta-feira, avalia quatro pilares fundamentais de cada nação de maneira a determinar a sua capacidade de crescimento económico.

Na introdução do relatório, o World Economic Forum (que realizou o estudo) sublinha que esta análise ao capital humano de 122 países de todo o mundo é fundamental para perceber quais as hipóteses de sucesso económico de cada nação, a longo prazo. 

O Index foi realizado com base em 51 indicadores distribuídos por quarto pilares principais – educação; saúde e bem-estar; emprego e competências laborais; oportunidades do sistema. Os valores de cada indicador foram obtidos a partir de dados fornecidos por entidades nacionais e internacionais como a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A melhor classificação de Portugal surge ao nível da saúde e bem-estar onde o nosso país ocupa a 23º lugar. Também em termos de oportunidades do sistema Portugal surge bem classificado na 29ª posição. Em termos de emprego e competências laborais, Portugal fica na 34ª posição do ‘ranking’ e na área da educação arrecada a pior nota ocupando o 37º lugar da lista.

O top 10 do ‘ranking’ é ocupado sobretudo por países europeus (sendo que todas as nações da Europa do norte integram a liderança do ‘ranking’) que conquistam 8 dos 10 primeiros lugares.

No entanto, o pódio, liderado pela Suíca, inclui um país asiático, Singapura, na 3ª posição. O 2º país com melhor desenvolvimento de capital humano é a Finlândia. Além dos países da Europa do Norte e de Singapura, também a Alemanha, o Reino Unido e o Canadá estão nos primeiros 10 lugares do ‘ranking’.

“Estes indicadores são uma nova forma de resumir e detetar o estado do desenvolvimento humano em todo o mundo”, diz a introdução do documento, onde se lê ainda que “o capital humano de uma nação — as competências e as capacidades dos seus cidadãos que são rentabilizadas – podem ser mais determinantes em termos de sucesso económico do que qualquer outro recurso”.

Clique AQUI para consultar o relatório completo.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório