Mundo

Cão mais feio do mundo dá exemplo a crianças

NULL
Versão para impressão
A brasileira Andréia Meireles, professora em Pelotas, na Escola Básica de Gonzaga, utilizou a foto de Elwood, o cão mais feio do mundo, para ensinar aos seus alunos, do ensino básico, a conviver com as diferenças.

A ideia surgiu porque o corpo docente da escola sentiu necessidade de falar sobre o assunto devido ao ingresso, cada vez em maior número, de alunos com necessidades especiais.

A professora explicou aos seus alunos do 2º ano que, embora sendo diferente, o animal merece ser bem tratado e respeitado. “No início acharam o Elwood feio, mas depois foram mudando a forma de o ver e hoje não há um deles que não o ache bonito”, disse Andréia Meireles ao jornal brasileiro Zero Hora.

A professora realizou várias atividades com os alunos. Entre elas, destacou duas muito importantes: pediu aos seus alunos para desenharem com os pés de modo a terem a perceção que não têm braços. Noutro exercício, os alunos experimentaram a sensação de crianças invisuais através de uma venda.

Aproveitando a discussão sobre diferenças, a professora abordou o tema do bullying. Andréia pensa agora ir a Nova Jersey e conhecer pessoalmente o cão que ajudou a transformar o pensamento dos seus alunos. O projeto vai ser ampliado a outras turmas.

Elwood foi salvo do seu criador, que planeava matá-lo por achar que era demasiado feio para ser vendido. O cão teve a sorte de ser recolhido pelos seus atuais donos, Karen e Jonh.

Curioso é o aspecto deste canino da raça Chihuahua: além de possuir uma crista natural, Elwwod tem sempre a língua de fora por não ter dentes no seu maxilar inferior esquerdo.

Clique AQUI para saber mais sobre a vida de Elwood.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório