Cultura

Cancro: todos os dias da vida em fotografia

NULL
Versão para impressão
Jamie Livingston, um fotógrafo nova-iorquino que morreu de cancro no final dos anos 90, quando tinha 41 anos, registou a sua vida durante os 18 anos de duração da doença, tirando uma Polaroid diária ao seu quotidiano. Como forma de homenagem à sua obra, dois dos seus amigos publicaram todas as imagens online.

Foi em março de 1979, quando já sabia da doença, que Jamie Livingston tirou a sua primeira Polaroid: um retrato da sua namorada Mindy Goldstein.

A sua missão de registo diário terminou seis mil fotografias depois, em outubro de 1997, quando Livingston faleceu em casa vítima de cancro. Tinha acabado de fazer 41anos.

Antes de Livingston morrer, dois dos seus amigos mais próximos, Hugh Crawford and Betsy Reid, prometeram que as suas fotos não iriam terminar fechadas para sempre em caixas de sapatos.

Recentemente, os dois amigos organizaram uma exposição em Nova Iorque e, em 2007, criaram um site na internet onde colocaram todas as imagens destes 18 anos de vida de Livingstone.

Esta coleção é um retrato colorido e emocionante da vida do fotógrafo desde os seus 23 anos: as relações pessoais, a sua família, o casamento, e a luta contra o melanoma. Mas é também um registo impressionante da cidade de Nova Iorque e da maneira como se transformou ao longo dos anos.

Clique AQUI para visitar o site criado pelos amigos de Livingstone com todas as suas fotos.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório