Saúde

Cancro: Novo tratamento é aplicado sobre o tumor

Uma nova geração de tratamentos contra o cancro, que são aplicados diretamente nos tumores, permite matar as células malignas à fome. O método colocou o seu inventor, Robert Langer, entre os finalistas do Prémio Europeu do Inventor de 2016.
Versão para impressão
Uma nova geração de tratamentos contra o cancro, que são aplicados diretamente nos tumores, permite matar as células malignas à fome. O método aposta num revestimento biodegradável que colocou o seu inventor, o norte-americano Robert Langer, entre os finalistas do Prémio Europeu do Inventor 2016.
 
Cada vez mais tratamentos de combate ao cancro apostam na interrupção da corrente sanguínea dos tumores para os matar à fome. Contudo, estes tratamentos apresentam um problema: ao viajarem pelo corpo perdem a sua eficácia e afetam os tecidos saudáveis. 

Mas o norte-americano Robert Langer conseguiu contornar este obstáculo ao criar uma técnica que permite aplicar a droga diretamente sobre o tumor. Para isso, o investigador envolveu o medicamento em estruturas biodegradáveis (ver imagem abaixo) que são implantadas diretamente nos tumores e que não afetam as células saudáveis. Além disso, permitem controlar de forma precisa a quantidade de medicamento que é libertada. 


Leia também – Tumores: Investigador luso trabalha em nova terapia

Graças à inovação criada por Langer, os médicos já estão a aplicar esta poderosa arma no tratamento de uma forma agressiva de cancro do cérebro conhecida como glioblastoma multiforme (GBM), altamente letal, que é particularmente difícil de tratar devido à sua proximidade com células saudáveis. 

Robert Langer (USA), nominated for the European Inventor Award 2016 in the Non-European countries category

Robert Langer, investigador do MIT (EUA), é pioneiro no estudo de novos medicamentos estudando este tipo de soluções com cápsulas de polímeros biodegradáveis desde os anos 70. O mesmo tipo de revestimento biodegradável tem sido aplicado noutras soluções, como na criação de stents vasculares. 

“A invenção de Robert Langer abre caminho para uma nova geração de tratamentos contra o cancro”, disse o presidente do Gabinete de Patentes Europeias (EPO, sigla em inglês), Benoît Battistelli, quando anunciou os finalistas do Prémio Europeu do Inventor 2016.

“Em direção à medicina do futuro, este conceito (…) oferece aos médicos novas abordagens que já estão a mudar tratamentos um pouco por todo o mundo”, acrescentou o responsável do EPO.

Notícia sugerida por Maria Alvarez

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório