Saúde

Cancro: Bloquear enzima evita metastização

Cientistas britânicos do Instituto de Investigação do Cancro, no Reino Unido, revelaram que conseguiram evitar em ratos de laboratório que o cancro da mama se espalhasse a outros órgãos através do bloqueio de uma enzima.
Versão para impressão
Cientistas britânicos do Instituto de Investigação do Cancro, no Reino Unido, revelaram que conseguiram evitar em ratos de laboratório que o cancro da mama se espalhasse a outros órgãos através do bloqueio de uma enzima.

Os cientistas descobriram pela primeira vez que esta enzima em particular está relacionada com o alastramento das células cancerígenas do peito para outras partes do corpo. Observaram assim que ao bloquear a enzima LOXL2, o aparecimento das metástases foi prevenido.

A descoberta, publicada na revista especializada Cancer Research, vai dar uma oportunidade “fantástica”, segundo os responsáveis do estudo, para desenvolver novos tratamentos que ajudem a evitar o alastrar do tumor nos casos de cancro da mama.

Cerca de 90% das mortes relacionadas com o cancro devem-se a tumores que se expandiram para outras partes do corpo, conforme salientam os autores da investigação.

“As experiências em laboratório foram muito promissoras e estamos ansiosos por ver como se vão traduzir quando utilizadas em pacientes reais”, concluiu à BBC News Arlene Wilkie que patrocinou o estudo.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub