Ambiente

Campanha SOS Cagarro salvou 3.712 aves este ano

A Campanha SOS Cagarro que decorreu este ano de 1 de outubro a 15 de novembro envolveu 140 entidades e mais de 1.244 voluntários de diversas áreas nos Açores que ajudaram a salvar 3.712 aves que, com apenas três meses de idade se preparam para a prim
Versão para impressão
A Campanha SOS Cagarro que decorreu este ano de 1 de outubro a 15 de novembro envolveu 140 entidades e mais de 1.244 voluntários de diversas áreas nos Açores que ajudaram a salvar 3.712 aves que, com apenas três meses de idade se preparam para a primeira migração sobre o Atlântico.

A iniciativa é organizada pela Secretaria Regional do Ambiente e do Mar para ajudar à sobrevivência dos jovens cagarros que começam a sair dos ninhos. Como são ainda muito sensíveis às luzes das casas e dos automóveis, muitas destas aves acabam por se desorientar e acabam por morrer atropelados ou vítimas fáceis para os predadores.

O cagarro (Calonectris diomedea), que pode viver até aos 40 anos, é a ave marinha mais abundante nos Açores, onde regressa todos os anos em março para acasalar e nidificar.  

Para o director regional dos Assuntos do Mar, Frederico Cardigos, citado pelo jornal Público, a campanha deste ano “foi um sucesso”. Cardigos destacou ainda a abrangência da iniciativa que decorreu em todas as ilhas dos Açores e registou “um extraordinário interesse, envolvendo a população em geral”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório