Sociedade

Campanha do Banco Alimentar já reuniu mais de 500 ME

A campanha "Papel por Alimentos" arrancou em Dezembro de 2011. Em quase dois anos, recolheu já cerca de 5 mil toneladas de papel, num total de 500 mil euros. O valor deu origem a milhares de produtos alimentares, distribuídos pelos mais carenciados.
Versão para impressão
A campanha “Papel por Alimentos” arrancou em Dezembro de 2011. Em quase dois anos, recolheu já cerca de 5 mil toneladas de papel, num total de 500 mil euros. O valor deu origem a milhares de produtos alimentares, distribuídos pelos mais carenciados.   
 
Os 500 mil euros conseguidos pela campanha foram utilizados em “mais de 203 mil litros de leite, 143 mil latas de salsichas, 142 mil latas de atum, 54 mil litros de óleo e q16 mil litros de azeite.”, revela um comunicado da Federeção Portuguesa dos Bancos Alimentares.
 
Na base da campanha está que “por cada tonelada de papel recolhido, e entregue à Quima, empresa certificada de recolha e tratamento de resíduos, são doados 100 euros que são convertidos em alimentos e distribuídos aos mais carenciados pela Federação Portuguesa”, revela a organização. 
 
Jornais, revistas, fotocópias, envelopes e folhetos publicitários são alguns dos produtos que as pessoas podem entregar diretamente à Quima ou aos diferentes Bancos Alimentares espalhados pelo país. Para além do público geral, escolas, universidades, instituições e empresas são também convidadas a participar na iniciativa. 
 
A campanha “Papel por Alimentos” já conta com quase dois anos de recolha e não tem data prevista de encerramento.
 
Clique AQUI para mais informações sobre a iniciativa. 
 
 
 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub