Saúde

Caminhar para criar banco de medicamentos grátis

A Associação Saúde em Português (ASP) de Coimbra pretende criar um banco de medicamentos gratuitos destinados a idosos e carenciados. Uma caminhada solidária vai ser o primeiro passo para angariar fundos.
Versão para impressão
Angariar fundos para a criação de um banco de medicamentos gratuitos destinados a idosos e carenciados é o objetivo de uma caminhada solidária que vai realizar-se, este mês, em Coimbra. Organizada pela Associação Saúde em Português (ASP), a iniciativa, batizada “Contributo de Gerações”, pretende ajudar quem mais precisa e, ao mesmo tempo, promover estilos de vida saudáveis.
 
“Temos uma ideia precisa sobre as dificuldades das pessoas em comprar os medicamentos de que necessitam, depois de uma ação realizada o ano passado, e, mesmo ao nível clínico, também vemos doentes com a impossibilidade de adquirir os medicamentos”, afirmou Hernâni Pombas Caniço, presidente da ASP, em declarações à agência Lusa.
 
O especialista em Medicina Familiar, que exerce num centro de saúde em Coimbra, contou mesmo que já tem telefonado a utentes em vigilância de doenças crónicas – como hipertensão e diabetes – para os questionar por que motivo não vão às consultas de acompanhamento e a resposta não é animadora: “[dizem que] não vale a pena pois não têm dinheiro para os medicamentos”, revelou Caniço.
 
Foi com base nesta observação que a ASP decidiu avançar. “Achámos que, através de uma estrutura física permanente, sem beliscar os interesses das farmácias, [poderiam] ser distribuídos medicamentos de forma gratuita e seletiva”, apontou o responsável.

A associação espera poder ter em funcionamento o banco dos medicamentos até ao final de 2012 e está atualmente a aguardar resposta a um pedido de instalações feito à Câmara de Coimbra e a uma candidatura à Fundação EDP Solidária.


Caminhada pela solidariedade e pela saúde
 
Entretanto, a caminhada solidária – a quinta organizada pela organização – que inclui um percurso de oito quilómetros, entre a zona urbana e a parte mais rural de Coimbra, vai contribuir para angariar algum dinheiro para a aquisição de medicamentos.

Os “preços solidários” de participação variam entre os cinco euros (inscrição individual) e os dois euros e meio para escuteiros e estudantes, havendo também o “preço amigo” de 10 euros para três pessoas  e o “preço família” para grupos de quatro ou mais elementos.

 
Além desta vertente social, a iniciativa pretende também incentivar as práticas saudáveis na cidade, motivo pelo qual tem como madrinha a atleta de canoagem Beatriz Gomes, campeã do mundo da modalidade em 2009.

A caminhada solidária, que terá lugar no próximo dia 27 de Maio, é organizada em parceria com a ADETOCO – Associação de Desporto para Todos de Coimbra e CLUVE-Clube de Veteranos de Atletismo de Coimbra.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório