Negócios e Empreendorismo

Calçado: salários vão aumentar 2%

NULL
Versão para impressão

Depois de um longo processo de negociações com os sindicatos, os industriais do calçado acordaram um aumento salarial de dois por cento, em 2011, para os trabalhadores do setor, considerando “justo” premiar o bom desempenho dos últimos anos.

“Ainda que seja expectável, nos próximos meses, uma degradação da capacidade competitiva das empresas pela introdução de fortes medidas restritivas à economia portuguesa, a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado entendeu que se deveria premiar os trabalhadores, sendo justo realçar o bom desempenho global do sector que não só cresceu em 2010 como está a evidenciar um registo muito positivo no início do ano», adiantou à Lusa fonte oficial da associação patronal.

Segundo a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado (APICCAPS), o acordo para a revisão do Contrato Coletivo de Trabalho, que abrange cerca de 40.000 trabalhadores, resulta de “meses de intensas negociações” com os sindicatos e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Peles de Portugal (FESETE).

Durante o primeiro trimestre de 2011, o setor do calçado voltou a destacar-se, em Portugal, com um crescimento de 20 por cento das vendas no mercado externo, face ao mesmo período do ano passado.

Sindicatos satisfeitos

O aumento de 2% nos salários, que culminou um longo processo de negociações, já foi saudado pelos sindicalistas. Fernanda Moreira, do sindicato dos Operários da Indústria do Calçado dos distritos de Aveiro e Coimbra, que esteve na mesa das negociações, reconhece que o acordo é bom até porque, sublinha, “o setor tem atualmente salários muito baixos”.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório