Negócios e Empreendorismo

Brasileiros investem 30ME em Figueiró dos Vinhos

O grupo brasileiro BDP - Biodinâmica Dental Products, especializado na área da saúde, biotecnologia e biodinâmica está a preparar-se para investir 30 milhões de euros em Figueiró dos Vinhos, criando pelo menos 80 postos de trabalho.
Versão para impressão
O grupo brasileiro BDP – Biodinâmica Dental Products, especializado na área da saúde, biotecnologia e biodinâmica está a preparar-se para investir 30 milhões de euros em Figueiró dos Vinhos, criando, até Janeiro de 2015, pelo menos 80 postos de trabalho.
 
A notícia foi avançada à agência Lusa pela autarquia local, que revelou que o projeto consiste na instalação de uma unidade produtiva de fabrico e comercialização de produtos odontológicos e de ortodontia, bem como na investigação e desenvolvimento em biotecnologia e biodinâmica.
 
A BDP – Biodinâmica Dental Products, criada em 2012, está vocacionada para o mercado internacional, com especial enfoque no mercado brasileiro. Numa fase mais avançada, o objetivo é expandir o negócio para a Europa, EUA, Médio Oriente e Ásia.
 
Segundo a Lusa, o projeto em Figueiró dos Vinhos vai beneficiar de incentivos fiscais já aprovados pelo Governo e receberá um crédito no âmbito do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC), uma isenção no Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT), uma isenção de imposto municipal sobre imóveis (IMI) e uma isenção sobre o imposto de selo.
 
“Trata-se, portanto, de uma unidade industrial cuja instalação e laboração são inovadoras e relevantes para o desenvolvimento sustentável do município e da região onde se insere, contribuindo significativamente para a diversificação do tecido empresarial local”, explica a câmara municipal. 
 
De acordo com a autarquia, este investimento vai colocar Figueiró dos Vinhos “no mapa nacional no setor da saúde, biotecnologia e biodinâmica, contribuindo para a criação de postos de trabalho e ainda para a dinamização da atividade económica regional”. 

Já o grupo brasileiro responsável pelo projeto disse que a escolha recaiu sobre Portugal graças à “localização próxima das fontes de conhecimento e investigação e desenvolvimento na área da odontologia”, ao “ambiente de investimento favorável” e a “disponibilidade de mão-de-obra competitiva e especializada”.

Outras vantagens passam, segundo a BDP, pela “proximidade de mercados de produtos odontológicos de alto valor acrescentado, como é o caso da Europa”. 

A preferência pelo concelho de Figueiró dos Vinhos, em Leiria, relaciona-se com “a localização estratégica” e ainda com “a existência de estruturas locais, apoios e benefícios municipais vocacionados à captação e fixação do investidor”, que permitiu a criação pelo município uma equipa com dedicação exclusiva a este projeto”, e a “qualidade de vida e de condições laborais”.

A apresentação pública do projeto vai decorrer no próximo dia 9 de Setembro, no Clube Figueiroense – Casa da Cultura, em Figueiró dos Vinhos.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub