Cultura

Brasil revisita Fernando Pessoa em multimédia

"Fernando Pessoa, plural como o universo" é o nome da exposição interativa apresentada em São Paulo, com o objetivo de divulgar ao público não especializado a diversidade da obra do poeta português Fernando Pessoa ao longo de seus 47 anos de vida (18
Versão para impressão
[Imagem: Retrato de Fernado Pessoa, por Almada Negreiros]

“Fernando Pessoa, plural como o universo” é o nome da exposição interativa apresentada em São Paulo, com o objetivo de divulgar ao público não especializado a diversidade da obra do poeta português Fernando Pessoa ao longo de seus 47 anos de vida (1888-1935).

A mostra, que será exibida no Museu de Língua Portuguesa de São Paulo até o próximo 30 de janeiro, quer ser “uma homenagem aos brasileiros, que estão entre os primeiros que apreciaram Fernando Pessoa”, disse à agência Efe Richard Zenith, um dos responsáveis pela exposição.

A exposição, que procura aproximar a complexidade literária e filosófica de Pessoa de um público que não conhece a sua obra, compreende imagens da Lisboa na qual o poeta viveu, uma cronologia sobre a sua vida, artigos que escreveu para revistas e cópias de cartas ao único amor do escritor de que se tem conhecimento, Ophelia Queiroz.

A múltipla diversidade de Fernado Pessoa, criador de vários heterónimos [entre eles Ricardo Reis, Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Bernardo Soares, entre outros], é celebrada na mostra onde é possível ler e escutar alguns dos seus poemas mais conhecidos.

A exposição foi aberta com um espetáculo que incluiu a declamação de poemas do poeta pelo apresentador brasileiro Jô Soares. No Brasil, para além do espaço que o poeta merece ainda hoje nas Academias e Universidades, o universo musical, pelas vozes de Caetano Veloso e Maria Bethânia, recuperou poemas do autor, que deram lugar a canções bem conhecidas do público.

A obra construída por Fernando Pessoa continua, tanto em Portugal como em muitos outros países, a estimular diferentes públicos, recriando o poeta, nas mais variadas formas.

De assinalar que, desde a sua criação, em 2006, esta é a primeira exposição sobre um autor português organizada pelo Museu da Língua Portuguesa.

A mostra estará patente em São Paulo até 30 de janeiro de 2011, de onde seguirá para o Rio de Janeiro, em março de 2011.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório