Mundo

Brasil: Pacientes acamados há 40 anos tornam-se artistas

Eliana Zagui e Paulo Machado partilham o quarto de hospital há mais de 40 anos, cresceram juntos desde a infância e hoje dedicam-se ambos às artes. Ela é artista plástica e ele é especializado em animações 3D. Tornaram-se um sucesso no Brasil.
Versão para impressão
Os brasileiros Eliana Zagui e Paulo Machado partilham o quarto de hospital há mais de 40 anos e hoje dedicam-se ambos ao mundo das artes. Ela é artista plástica, pinta os seus quadros com a boca, e ele é especializado em animações 3D e já domina por completo os programas digitais de modelação. A sua história está a emocionar o Brasil.

Paulo Machado, que vive Hospital das Clínicas, na cidade de São Paulo, desde que tinha um ano de idade, quis recriar as suas histórias de infância passadas com os seus melhores amigos naquela unidade de saúde e por isso resolveu criar uma série infantil animada.

Já com cinco episódios completos, a primeira temporada dos desenhos animados do artista vai ser composta por 12 histórias que mostram que uma pessoa “numa cadeira de rodas não é tão diferente assim”.

A série, intitulada “Aventuras de Lecas e Seus Amigos”, vai tornar-se realidade graças ao financiamento adquirido através de uma plataforma de financiamento coletivo online, no site Catarse, que recebeu o apoio de mais de 1.600 pessoas.

“Aqui no hospital tive muitas oportunidades de fazer coisas que qualquer outra criança podia fazer lá fora, como armar armadilhas para apanhar passarinhos no fundo do terraço. A diferença é que aqui só apanhávamos pombas”, explica Paulo Machado ao jornal brasileiro Folha de São Paulo.

O artista de modelação 3D aprendeu sozinho as bases de informática, sabe montar computadores e as suas técnicas de produção de animação digital já despertaram o interesse de pessoas experientes da área, como Carlos Saldanha, coautor da animação “Era do Gelo”, que o quis conhecer.

Image and video hosting by TinyPic Eliana Zagui (à esquerda) viveu com Paulo Machado, seu amigo desde a infância, muitas histórias de vida que retrata nos seus desenhos animados. A artista plástica tem um livro escrito sobre a sua experiência e já teve a oportunidade de ver os seus quadros expostos numa mostra, no Brasil.

Os dois amigos estiveram juntos na inauguração da exposição das 50 obras de Eliana Zagui. Ambos dependem de máquinas para respirar mas, nesta ocasião, os dois artistas brasileiros puderam sair do hospital e usufruir de um momento único nas suas vidas.
 

Paulo Machado e Eliana Zagui foram as duas únicas crianças que sobreviveram a um surto de poliomielite, durante a década de 70, no Brasil.

Notícia sugerida por Raquel Baêta

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub