Mundo

Brasil: moradores ajudam vítimas de inundações

Depois das fortes chuvas ocorridas no Rio de Janeiro durante esta semana, provocando deslizamentos de terra que deixaram comunidades inteiras sem casa, os moradores do Morro dos Prazeres organizaram-se, por iniciativa própria, na recolha de donativos
Versão para impressão
Depois das fortes chuvas ocorridas no Rio de Janeiro durante esta
semana, provocando deslizamentos de terra que deixaram comunidades
inteiras sem casa, os moradores do Morro dos Prazeres organizaram-se,
por iniciativa própria, na recolha de donativos e na ajuda aos bombeiros
que tentam salvar o local.   

O impacto das enchentes sentiu-se em grande escala na cidade carioca, mas o Morro dos Prazeres, no centro do Rio de Janeiro, foi uma das comunidades mais afetadas. Segundo a Defesa Civil brasileira, foi interdito o acesso a cerca de 300 casas e o local já foi abandonado por 1,2 mil pessoas, avança a BBC Brasil.

Por isso, um grupo composto por cerca de 30 moradores tem elaborado listas com os bens mais necessários às vítimas, como vestuário, roupa de cama, fraldas e mantimentos. As ferramentas que possam auxiliar os bombeiros nas suas buscas são também objetos muito procurados.

“Recebemos muitas doações de roupas, mas se vier mais tudo bem”, afirma Nedson da Costa Nunes, um dos membros do grupo que tem mobilizado várias ações de solidariedade no Morro.

A vistoria da Defesa Civil às casas que muitos temem perder tem tardado a chegar e, assim, a comunidade organiza-se também para resgatar as vítimas que tenham ficado soterradas depois dos grandes deslizamentos de terra. Na manhã da passada terça-feira, sem qualquer ajuda das autoridades, os moradores conseguiram resgatar “umas três ou quatro pessoas com vida”, conta Marcos de Lima, um dos intervenientes no salvamento.  

Equipa de futebol solidária

A presidência do Fluminense juntou-se à organização não-governamental “Viva Rio” para angariar donativos que irão reverter para as populações afetadas pelo temporal, informa o Globoesporte.com.

Para o efeito, este sábado vai ser montada uma tenda onde os interessados podem entregar as suas contribuições monetárias, que podem ainda ser retribuídas com uma camisola oficial do clube, autografada pelos jogadores.

Fred e Daigão, jogadores do Fluminense, apelam também à solidariedade dos adeptos e vão dividir os donativos que têm angariado para as vítimas do terramoto no Haiti com os cariocas, igualmente carenciados.      

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório