Negócios e Empreendorismo

Bosch aposta em parceria de 55ME com Uminho

A Bosch e a Universidade do Minho acabam de assinar a segunda fase do projeto de parceria para Investigação e desenvolvimento iniciado em 2012. A parceria vai envolver 550 profissionais e vai contar com fundos de 55 milhões de euros.
Versão para impressão
A Bosch e a Universidade do Minho acabam de assinar a segunda fase do projeto de parceria para Investigação e desenvolvimento iniciado em 2012. A parceria vai envolver 550 profissionais e vai contar com fundos de 55 milhões de euros.
 
Trata-se de ?um contrato entre um líder mundial ? o grupo Bosch – e uma universidade, o maior contrato de investigação e desenvolvimento alguma vez efetivado em Portugal?, disse na apresentação da segunda fase da parceria, dia 04 de Março, em Braga, o reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, salientando ?a relevância deste grande grupo ter vontade de apostar numa universidade portuguesa?.

O projeto, considerado pelo Governo como sendo de interesse estratégico nacional, tem como foco o desenvolvimento de soluções que vão moldar o futuro da mobilidade.

Está previsto um investimento de cerca de 55 milhões de euros, em parte oriundos de fundos europeus, e o registo de 22 patentes até 2018. A primeira fase da parceria de I&D entre a Bosch e a UMinho contou com um investimento de 19 milhões de euros entre 2012 e 2015, permitindo o registo de 12 patentes. 

 
O primeiro-ministro António Costa, o Ministro da Economia e vários outros elementos do governo, bem como os administradores da Bosch, estiveram presentes na oficialização da segunda fase do projeto. 

 

Projeto vai envolver 550 profissionais e investigadores
 

Esta segunda fase da parceria ? denominada ?Innovative Car HMI? ? vai implicar a contratação de mais de 90 novos engenheiros pela Bosch, com diferentes especializações para a área de Investigação e Desenvolvimento, e o financiamento de 170 bolseiros de diferentes escolas da UMinho. Serão, no total, mais de 550 profissionais altamente qualificados a trabalhar exclusivamente no projeto. 
 
Hoje em dia a unidade da Bosch em Braga é a principal fábrica no mundo dedicada a desenvolver soluções multimédia para automóvel, mas também desenvolve para outras divisões da Bosch, como é o caso dos sensores de ângulo de direção do ESP (Programa Eletrónico de Estabilidade). 

Bosh Portugal quer contratar mais 1.000 colaboradores

?Portugal é um parceiro estratégico para a Bosch. A nossa aposta na I&D acaba por ser também uma força motriz para o crescimento da produção em Portugal, como mostram as previsões de crescimento das vendas, que devem ultrapassar os mil milhões de euros já em 2016, e o plano de contratar mais 1.000 colaboradores até 2018?, sublinhou em comunicado de imprensa, Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal. 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório