Negócios e Empreendorismo

Bordalo Pinheiro aumenta vendas em 50%

NULL
Versão para impressão
A Bordalo Pinheiro registou um crescimento nas vendas superior a 50 por cento, noticia o site do Jornal Económico. A fábrica das Caldas da Rainha com 125 anos de história, esteve à beira da falência em 2009 mas recuperou, dois anos depois.

Em 2009, quase duas centenas de trabalhadores vieram a Lisboa pedir a Manuel Pinho, então ministro da Economia, que salvasse a empresa da falência que se adivinhava. Dois anos depois, faturou 2,2 milhões de euros, o que representa um crescimento de 100 mil euros face a 2009.

Álvaro Tavares, administrador da Bordallo Pinheiro, acredita que vai ser possível fechar o ano num ponto “equilibrado, pelo menos em termos de resultado operacional” ao contrário do que aconteceu em 2010 quando a fábrica encerrou “no vermelho”.

No primeiro trimestre do ano houve um crescimento das vendas superior a 50% pelo que Álvaro Tavares não acredita que possa haver uma inversão de tendência até final do ano. “A perspetiva que temos, por aquilo que temos em mãos, é de continuarmos com crescimentos fortes”.

“A grande alavanca de crescimento foram negócios feitos no exterior, embora tenhamos também em Portugal algum crescimento”, explica o administrador da Bordallo Pinheiro, sublinhando que, no mercado nacional, a progressão está sustentada na “rede de vendas da Vista Alegre”.

A Visabeira, comprou a fábrica em 2009 salvando 170 postos de trabalho, com um investimento de 1,8 milhões de euros.

A empresa aposta agora na internacionalização da marca que tem acontecido a par do desenvolvimento dos mercados da Vista Alegre – que também pertence ao grupo de Viseu.

[Esta notícia foi sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório