Saúde

Bombeiros vão passar a usar desfibrilhadores

Esta quarta feira, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai entregar desfibrilhadores automáticos externos a trinta corporações de bombeiros, que a partir de janeiro poderão começar a usar o aparelho nas ambulâncias que operarem.
Versão para impressão
[Fotografia: © Science Photo Library]

Esta quarta feira, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai entregar desfibrilhadores automáticos externos a trinta corporações de bombeiros, que a partir de janeiro poderão começar a usar o aparelho nas ambulâncias que operarem.

Estas corporações passam, assim, a integrar o Programa de Desfibrilhação Automática Externa. Segundo as autoridades de saúde, a medida permitirá prestar melhor assistência médica às vítimas de paragem cardio-respiratória e, consequentemente, melhorar a qualidade do serviço prestado aos cidadãos.

De acordo com a agência Lusa, a formação para o uso dos desfibrilhadores já foi dada aos bombeiros, pelo que as ambulâncias do INEM operadas pelas corporações vão estar a postos logo a partir do início do novo ano.

O desfibrilhador externo é um dispositivo portátil que permite, através de elétrodos colocados no tórax de uma vítima em paragem cardio-respiratória, analisar o ritmo cardíaco. Regista som, eletrocardiograma, fornece indicações aos reanimadores, analisa os dados e recomenda ou não o choque elétrico.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub