Desporto

Boccia: Portugueses ganham cinco medalhas na Polónia

A Seleção Nacional de Boccia conquistou três medalhas de ouro e duas de bronze no World Open 2015 da modalidade que decorreu, recentemente, em Poznan, na Polónia.
Versão para impressão
A Seleção Nacional de Boccia conquistou três medalhas de ouro e duas de bronze no World Open 2015 da modalidade que decorreu, recentemente, em Poznan, na Polónia. Os atletas portugueses chegaram ao pódio em todas as vertentes da competição, desde as provas coletivas (pares e equipas) às individuais.
 
As primeiras duas medalhas de ouro foram arrecadadas pelos pares BC3 (Armando Costa, José Macedo e Eunice Raimundo) e BC4 (Domingos Vieira, Pedro Clara e Carla Oliveira). Já em equipas, a equipa BC1-BC2 (António Marques, Abílio Valente, Cristina Gonçalves, Fernando Ferreira e João Paulo Fernandes) conquistou o primeiro bronze para Portugal
 
Na fase de grupos, o par BC3 somou duas vitórias, derrotando, primeiro, os Estados Unidos por 14-0 e, depois, a Rússia por 8-0. Embora perdendo com a Espanha (2-3), Portugal qualificou-se para os quartos-de-final no 1.º lugar do grupo, assegurando, posteriormente, a passagem às “meias” com um triunfo de 3-2 sobre a França.
 
Nas meias-finais, Armando Costa, José Macedo e Eunice Raimundo venceram a Suécia por 4-1 e à chegada à final derrotaram a atual campeã paralímpica, a Grécia, ganhando por 3-2, revela a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD), em comunicado. 
 
O par BC4 assegurou, também, o 1.º lugar no seu grupo. Após ter ganho o primeiro jogo por falta de comparência de Macau e derrotado a Hungria por 9-0, Portugal passou, diretamente, às meias-finais graças a uma desqualificação da Grécia motivada por procedimentos regulamentares incorretos.
 
O par composto por Domingos Vieira, Pedro Clara e Carla Oliveira venceu, então, a Rússia, “um opositor muito difícil”, por 3-2 nas “meias”, saltando para a final, onde, com uma “concentração, consistência de jogo e estratégia irrepreensíveis”, venceu o Canadá (5.º do 'ranking' mundial) por 4-1, obtendo, além da medalha, pontos importantes para a qualificação portuguesa para os Jogos do Rio 2016.
 
A equipa BC1-BC2, por seu lado, conseguiu duas vitórias, primeiro sobre a Polónia, por 8-3, e, depois, sobre a Espanha (6.ª do 'ranking'), por 7-4, qualificando-se em primeiro lugar para os quartos-de-final, em que levou de vencida a Eslováquia por 4-3. Nas meias-finais, a equipa “defrontou um Japão super motivado”, que tinha acabado de eliminar a atual n.º 1 do 'ranking' (Grã-Bretanha) e que derrotou Portugal por 8-5.
 
Na disputa do 3.º lugar, Portugal venceu a Rússia por 6-2, terminando o torneio “com uma prestação muito positiva” e a primeira medalha de bronze nacional.

Duas medalhas nas competições individuais
 

As duas outras medalhas nacionais – uma de ouro e uma de bronze – obtidas no Boccia World Open 2015 foram conquistadas nas competições individuais por Domingos Vieira (BC4) e José Macedo (BC3), respetivamente.
Na competições de BC4, Domingos Vieira venceu, na final, a canadiana Alison Levine por 7-2, depois de ter derrotado nas meias-finais o brasileiro Marcelo Santos (3-2).
 
Em BC3, José Macedo conquistou a medalha de bronze através de uma vitória por 3-2 perante o britânico Scott McCowan. Nas meias-finais, acabou por ser eliminado pelo grego Grigorios Polychronidis, atleta que viria a vencer a prova.
 
A participação de Portugal no Open, que contou com a participação de 143 provenientes de 31 países, saldou-se num total de cinco medalhas.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório