Sociedade

Boa relação com colegas de trabalho prolonga a vida

NULL
Versão para impressão

Um estudo recente da Universidade de Telavive, em Israel, aponta que as boas relações com colegas no local de trabalho prolongam a vida. Ser feliz no trabalho e manter um relacionamento saudável com os colegas também aumenta a produtividade, assim como a criatividade. O estudo foi divulgado na revista da especialidade “Health Psychology”.

Uma equipa da Universidade de Telavive, em Israel, liderada pelo investigador Sharon Toker, realizou a pesquisa entre 1998 e 2008, junto de 820 pessoas que trabalhavam diariamente cerca de 8 horas.

O grupo que participou no estudo, do qual um terço eram mulheres, era composto por trabalhadores de grandes empresas israelitas de diversos setores, tais como finanças, seguros e indústria, indica o estudo divulgado na revista “Health Psychology”.

Todos os participantes realizaram exames médicos e responderam a questionários sobre o ambiente de trabalho, a exigência e o controlo sobre as atividades, tendo em conta o apoio recebido pelos colegas e superiores.

“Ser feliz no trabalho pode aumentar imenso a produtividade, as pessoas felizes trabalham melhor, são mais criativas, têm mais energia, são menos propensas a adoecer, e aprendem mais rápido”, afirmou, o psiquiatra Alan Manevitz, em comunicado do Hospital de Lenox Hill, Nova Iorque.

A investigação

No período de acompanhamento dos trabalhadores, cerca de 53 participantes falecera, sendo que a maioria apresentava vínculos sociais insignificantes com os seus colegas de trabalho.

O fator que aumentou em cerca de 140% o risco de morte nos próximos vinte anos, entre funcionários com idades entre os 38 e 45 anos, foi sobretudo a falta de apoio emocional dos colegas no mesmo nível hierárquico. O apoio vindo dos superiores não exerceu influência sobre essa taxa.

Outro fator também tido em conta foi a liberdade dos trabalhadores para tomarem decisões sobre o próprio trabalho. Nos homens, quanto maior era essa liberdade, menor era mortalidade.

Já em relação às mulheres este efeito não se registou. Os investigadores apontam que por detrás desta ocorrência nas mulheres em posições de poder, esteja a sobrecarga de serem rigorosas no seu trabalho em conjunto com o desempenho das suas funções em casa.
 
Outro dos fatores importantes para a felicidade no trabalho apontado pelos investigadores é a convivência dos trabalhadores, no próprio local de trabalho, em áreas próprias para tomar um café e conversar, evitando os emails.

Clique AQUI para aceder ao estudo.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório