Ciência

Biomateriais: Investigador luso ganha prémio europeu

O cientista português Miguel Oliveira foi distinguido com o prémio "Jean Leray Award 2015", atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais. Em 30 anos, o vimaranense é o segundo investigador nacional a receber a prestigiada distinção.
Versão para impressão
O cientista português Miguel Oliveira foi distinguido com o prémio “Jean Leray Award 2015”, galardão atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais (ESB, na sigla em inglês). Em 30 anos, o vimaranense é o segundo investigador nacional a receber a prestigiada distinção.
 
Miguel Oliveira é investigador principal do Grupo 3B's, do Laboratório Associado ICVS/3B's da Universidade do Minho, com sede no AvePark, e foi reconhecido pelo trabalho que há 15 anos tem vindo a realizar na área do desenvolvimento de biomateriais de origem natural para aplicação em abordagens da engenharia de tecidos e da medicina regenerativa, nomeadamente no tratamento de lesões musculoesqueléticas.
 
De acordo com um comunicado enviado ao Boas Notícias, o cientista português tem contribuído de forma “excecional” para a área dos biomateriais através de estudos em investigação básica, experimental e/ou clínica, recorrendo, também, à aplicação da nanotecnologia e das células estaminais para o desenvolvimento de modelos de doenças como o cancro ou a osteoartrite. 
 
Como resultado da sua atividade académica, Miguel Oliveira já publicou mais de 80 artigos científicos, vários livros, patentes e capítulos de livro. Em 2005, foi igualmente distinguido pela Fundação Canon e, mais recentemente, recebeu o prémio “Investigación Ignacio H. de Larramendi”, promovido pela MAPFRE (Espanha). 
 
Membro do conselho editorial de várias revistas científicas, o investigador tem assumido um papel relevante em inúmeros projetos europeus, nacionais e regionais em que o Grupo 3B´s tem estado envolvido. Atualmente, é também responsável pela orientação e  co-orientação de 18 cientistas.
 
O prémio “Jean Leray Award” é atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais a cientistas com idade inferior a 40 anos e que tenham concluído o doutoramento há menos de oito anos.
 
O galardão constitui-se como uma das distinções de maior prestígio nesta área do conhecimento e tendo como objetivo “reconhecer, incentivar e estimular contribuições científicas mais notáveis de jovens cientistas na área dos biomateriais”. 
 
Nos últimos 30 anos, a ESB premiou um total de 22 cientistas.  Um deles foi curiosamente, um outro português, Rui L. Reis, professor diretor do Grupo 3B's e do Laboratório Associado ICVS/3B's e vice-reitor da Universidade do Minho, com quem Miguel Oliveira colabora desde 2003.
 
O galardão vai ser entregue a Miguel Oliveira durante a conferência anual da ESB, que terá lugar em Cracóvia, na Polónia, entre 30 de Agosto e 3 de Setembro deste ano. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório