Saúde

Banco de medicamentos grátis está a ser ultimado

O Governo anunciou que o "Banco de Medicamentos", que será desenvolvido em parceria com o Infarmed e a Apifarma para que as instituições sociais tenham acesso a medicamentos e os disponibilizem gratuitamente a idosos, está a ser ultimado.
Versão para impressão
O ministro da Solidariedade, Pedro Mota Soares, garantiu esta terça-feira na comissão de trabalho, no Parlamento, que o “Banco de Medicamentos” está a ser ultimado. Trata-se de um projeto desenvolvido em parceria com o Infarmed e a Apifarma para que as instituições sociais tenham acesso a medicamentos e os disponibilizem gratuitamente a idosos.
 
A medida em questão tem o objetivo de fazer chegar aos mais velhos os medicamentos que estão a seis meses de chegar ao fim do prazo e que, portanto, estão impedidos por lei de entrar no circuito comercial.
 
De acordo com o Governo, a distribuição dos medicamentos, que visa dar a mão a quem mais precisa e, ao mesmo tempo, combater o desperdício, será feita através de locais próprios e credenciados nas instituições sociais, com salvaguarda das regras legais de segurança. 
 
Com um custo de 400 milhões de euros no primeiro ano, o programa, que vai procurar identificar as situações de resposta mais urgente, vigorará até Dezembro de 2014, estimando-se que vá ajudar três milhões de pessoas.
 
O “Banco de Medicamentos” insere-se no Programa de Emergência Social, um dos compromissos assinados pelo PSD e pelo CDS-PP após as últimas eleições.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub