Sociedade

Banco Alimentar celebra 20 anos de existência

O Banco Alimentar contra a Fome de Lisboa foi formalmente constituído há precisamente vinte anos. Este seria apenas o primeiro de uma rede de 18 que hoje mobiliza mais de 30 mil voluntários em todo o país, para diariamente dar mais um pedaço de sobre
Versão para impressão
O Banco Alimentar contra a Fome de Lisboa foi formalmente constituído há precisamente vinte anos. Este seria apenas o primeiro de uma rede de 18 que hoje mobiliza mais de 30 mil voluntários em todo o país, para diariamente dar mais um pedaço de sobrevivência aos mais carenciados.

José Vaz Pinto foi o responsável deste conceito inovador em Portugal, mas que no estrangeiro já fazia história. O primeiro Banco Alimentar foi criado ainda nos anos 1960, nos Estados Unidos, e duas décadas depois chegava à Bélgica e à França.

Foi, aliás, em Paris que José Vaz Pinto percebeu o funcionamento daquele género de instituição, ganhando motivação para, em 1992, organizar a primeira campanha de recolha de alimentos em Portugal, como conta ao Jornal de Notícias (JN).

“Tinha a visão de que poderia ser algo grandioso. Tivemos muito cuidado na expansão. Andei por todo o país a fazer palestras e foram surgindo outros bancos. A seguir ao de Lisboa, foi criado o do Porto”.

Atualmente, sob a direção de Isabel Jonet, a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome organiza duas grandes campanhas nacionais por ano – que inclusivamente bateram recordes em 2010 -, mas todos os dias garante a recolha e distribuição de 92 toneladas de alimentos.

Segundo os dados divulgados pela própria instituição na sua página na Internet, em 2009 foram assistidas mais de 260 mil pessoas, um número que tende a crescer com a crise económica que atingiu o país.

[Notícia sugerida pela utilizadora Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub