Mundo

Avião comercial desvia rota para localizar náufrago

Depois de ter recebido um pedido de emergência, o comandante de um avião da Air Canada desviou, temporariamente, a rota com o objetivo de localizar um homem cujo barco naufragara em pleno Oceano Pacífico.
Versão para impressão
Quando os 270 passageiros do voo AC033 da Air Canada, que ligava Vancouver a Sydney, se preparavam para uma aterragem que encerraria uma viagem tranquila, um acontecimento inesperado inverteu a situação: depois de ter recebido um pedido da Autoridade de Segurança Marítima Australiana, o comandante avisou que a rota seria desviada temporariamente com o objetivo de localizar um homem cujo barco naufragara em pleno Oceano Pacífico.
 
O voo tinha deixado Vancouver, no Canadá, cerca de 12 horas antes, mas, quando se encontrava perto do destino final, o piloto e a sua equipa foram contactados pelas autoridades marítimas australianas, que acabavam de ter conhecimento de um sinal de luzes detetado numa zona entre a Austrália e a Nova Zelândia emitido por uma embarcação. 
 
Após garantir que o avião tinha combustível suficiente, a tripulação do Boeing 777 diminuiu a altitude para tentar avistar o náufrago e o seu barco, explicou o porta-voz da Air Canada, Peter Fitzpatrick, citado pelo jornal The Globe and Mail. Com a ajuda de um par de binóculos que, por sorte, um dos passageiros tinha a bordo, encontraram o barco perdido em alto mar e avisaram as autoridades, que colocaram, de imediato, uma equipa de resgate a caminho.
 
O náufrago, o único tripulante do barco, estava no mar há cerca de duas semanas mas, desde a semana passada, encontrava-se à deriva, depois de ter perdido o mastro e ter ficado sem combustível. Porém, graças ao desvio feito pelo avião comercial, o homem foi encontrado e resgatado em segurança.
 
Quanto ao voo da Air Canada, que teve de voar mais 400 quilómetros do que era suposto, acabou também por aterrar em Sydney com cerca de 90 minutos de atraso, embora a ajuda no resgate não tenha sido a principal causa desta demora, que se deveu a um desvio de rota anterior na sequência das más condições atmosféricas. “Estamos muito felizes por ter podido ajudar”, concluiu o porta-voz da companhia aérea.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório