Sociedade

Aveiro: Empresa paga curso a filhos de funcionários

O grupo industrial português Prébuild vai pagar as licenciaturas ou mestrados dos filhos de dezenas de trabalhadores que tem ao seu serviço nas várias empresas que detém no nosso país, graças a um protocolo assinado com a Universidade de Aveiro.
Versão para impressão
O grupo industrial português Prébuild vai pagar as licenciaturas ou mestrados dos filhos de dezenas de trabalhadores que tem ao seu serviço nas várias empresas que detém no nosso país. Graças a um protocolo assinado com a Universidade de Aveiro (UA), estima-se que, no próximo ano, entre 30 a 40 jovens não tenham de suportar as propinas caso entrem naquela instituição de ensino.
 
O acordo foi firmado a semana passada e, além de prever a oferta das 30 bolsas a estudantes que sejam filhos de funcionários das respetivas empresas que se inscrevam na UA, estipula também que o grupo empresarial terá de proporcionar oito estágios a outros tantos estudantes que tenham terminado o primeiro ou segundo ciclo na Universidade em questão.
 
Durante o curso, as despesas de alojamento para alunos que sejam admitidos ao abrigo deste protocolo e que residam a mais de 70 quilómetros de distância serão pagas pela Universidade. 
 
Os estágios, de caráter profissional, serão remunerados e terão uma duração de nove meses, estando igualmente assegurada a cobertura total das despesas com casa e alimentação.
 
Como moeda de troca, o Grupo Prébuild poderá recorrer à UA para prestações de serviços, para o desenvolvimento de projetos de investigação e para a realização de parcerias com vista à apresentação de candidaturas a programas de financiamento, sejam estes nacionais ou comunitários. 
 
Fonte da empresa disse ao Jornal de Negócios que não se sabe, para já, qual será o valor exato despendido nesta iniciativa, porque o número final de estudantes que vão beneficiar da mesma ainda não está determinado. 
 
Por enquanto, o protocolo destina-se apenas a alunos que ingressem na UA durante o ano letivo de 2012/2013 mas, segundo a mesma fonte, citada pelo jornal especializado, “posteriormente, será avaliada a continuidade do projeto”. 
 
O Grupo Prébuild nasceu em 2001 e conta atualmente com 33 empresas  nos setores da construção civil, indústria e serviços, estando presente na Europa e em África e encontrando-se, neste momento, a desenvolver um primeiro projeto no Brasil.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e Diana Rodrigues]

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub