Ambiente

Áustria: Panda gigante nasce por conceção natural

O Schoenbrunn Zoo, em Viena, capital austríaca, deu, esta quarta-feira, as boas-vindas a uma nova cria de panda gigante. O bebé é o terceiro a nascer naquele jardim zoológico por conceção natural.
Versão para impressão
O Schoenbrunn Zoo, em Viena, capital austríaca, deu, esta quarta-feira, as boas-vindas a uma nova cria de panda gigante. O bebé é o terceiro a nascer naquele jardim zoológico por conceção natural, fruto da relação entre a fêmea Yang Yang e o macho Long Hui.
 
De acordo com um comunicado do zoo citado pela AFP, a cria de pele rosada nasceu às 12.24h, mede cerca de 10 centímetros e pesa aproximadamente 100 gramas. Nos próximos meses, o bebé vai permanecer isolado com a mãe, Yang Yang, até que os dois decidam abandonar o seu “refúgio” no zoo.
 
“Nenhum outro jardim zoológico europeu conseguiu, até agora, ser bem-sucedido na tentativa de promover a conceção destes animais por via natural”, explicou o Schoenbrunn Zoo, salientando que outros zoos da Europa têm recorrido à inseminação artificial para tentar promover a reprodução desta espécie ameaçada visto que as fêmeas têm um período de fertilidade muito curto (dois a três dias por ano).
 
Embora o bebé tenha nascido saudável, o diretor do zoo alertou para a fragilidade destes animais nos primeiros 12 meses de vida. “Apesar de estarmos muito felizes, temos de nos manter realistas. A taxa de mortalidade dos pandas gigantes no primeiro ano é de 40%”, realçou Dagmar Schratter.
 
O primeiro nascimento de um panda gigante gerado por conceção natural no zoo de Viena aconteceu em 2007 e, à data, o bebé, Fu Long, tornou-se uma grande atração, levando até ao parque zoológico milhares de visitantes. Três anos depois, o zoo viu nascer o seu irmão, Fu Hu.
 
Os dois pandas abandonaram o zoo quando tinham dois anos de idade em consequência de um contrato com as autoridades chinesas, já que a China é o país “proprietário” de todos os pandas nascidos em cativeiro pelo mundo. 
 
Atualmente, há cerca de 1.600 pandas gigantes em estado selvagem, a maioria dos quais reside na província chinesa de Sichuan. Em cativeiro contam-se cerca de 300 exemplares.

Notícia sugerida por Elsa Martins

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub