Saúde

Australiano famoso com “raps” da tuberculose

Um jovem australiano com tuberculose está a ficar famoso no Youtube por causa dos vídeoclips de rap que grava a partir do quarto do hospital onde está isolado há quatro meses. Os vídeos já foram vistos mais de um milhão de vezes, noticia a BBC Brasil
Versão para impressão
Um jovem australiano com tuberculose está a ficar famoso no Youtube por causa dos vídeoclips de rap que grava a partir do quarto do hospital onde está isolado há quatro meses. Os vídeos já foram vistos mais de um milhão de vezes, noticia a BBC Brasil.

A internet tem sido a grande companheira de Christiaan Van Vuuren, 27 anos, no Hospital de Sydney, onde está internado desde o dia 9 de janeiro com um tipo de tuberculose resistente a vários remédios.

Para passar o tempo, Van Vuuren passou a gravar e a editar temas rap da sua autoria, com recurso a câmara do computador. A maior parte das letras falam da sua doença num tom humorístico.

A ideia era usar o YouTube para divulgar os vídeos, demasiado pesados para enviar por email, entre os seus amigos e familiares. Van Vuuren ficou surpreendido ao perceber que o seu primeiro vídeo foi visualizado por duas mil pessoas duas horas depois de ser publicado.

Entretanto, Christiaan criou também uma conta no Twitter, hoje com quase três mil seguidores, e no Facebook, onde tem mais de 14 mil fãs. O jovem recebe mensagens de todas as partes do mundo, fotos, cartas e até propostas de casamento.

“Pensei que ficaria isolado em quarentena, mas estou com mais amigos em todo o mundo do que nunca”, disse o australiano à BBC Brasil. “Pensei que perderia meses da minha vida aqui. Mas, não tem sido o caso”, acrescentou.

Os vídeos de Van Vuuren têm tido tanto sucesso que a Organização Mundial da Saúde (OMS) lhe pediu um vídeo especial explicando a sua doença e seus sintomas, para o Dia Mundial da Tuberculose, no dia 24 de março.

O vídeo mais popular de Vuuren é o “Life in Quarantine” (Vida em quarentena, em português), que já recebeu meio milhão de hits.

Van Vuuren, também conhecido como “Fully Sick Rapper”, ou rapper totalmente louco (nos países de língua inglesa, “sick” em calão significa “genial” ou “louco”), passou também a vender t-shirts na internet que revertem a favor da OMS.

Vuuren, que é consultor de marketing em Sydney, estava numa reunião de trabalho quando cuspiu sangue. Ao tossir, perdeu sangue e foi levado ao hospital. Christiaan foi então diagnosticado com um furo no pulmão do tamanho de uma moeda, causado pela doença. Van Vuuren disse à BBC Brasil que se sente bem mas ainda não tem previsão de alta.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório