Ambiente

Austrália aprova taxa sobre emissões de carbono

NULL
Versão para impressão
A Austrália aprovou hoje a implementação de uma taxa sobre as emissões de dióxido de carbono que entrará em vigor em meados de 2012. A longo prazo, o objetivo do pacote de leis votado favoravelmente pelo Senado é reduzir as emissões de CO2 em 80% até 2050.

O pacote, denominado “Lei de Energia Limpa 2011”, engloba um total de 18 leis e foi aprovado com 36 votos a favor e 32 contra. A partir de Julho do próximo ano, o governo australiano imporá uma taxa de 17, 3 euros por cada tonelada de dióxido de carbono emitida.

O imposto vai ser pago por 500 empresas consideradas as maiores poluidoras da Austrália e aumentará 2,5% por ano até 2015. Em Julho do mesmo ano o imposto será substituído por um sistema de troca de emissões cujos preços serão regulados pelo próprio mercado.

Após a votação, a primeira-ministra australiana congratulou-se com a aprovação da proposta. Em conferência de imprensa, Julia Gillard disse que a nação fez história e “deu o passo mais eficaz possível para reduzir a poluição por carbono”.

Ainda de acordo com Gillard, a imposição da taxa de carbono traduz-se numa “redução de 160 milhões de toneladas de CO2 em 2020, o equivalente a retirar das ruas 45 milhões de carros”.

Atualmente, a Austrália é responsável por apenas 1,5% das emissões globais de carbono, mas é o país desenvolvido que mais emite por habitante.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório