Literatura

Augui: Livros interativos devolvem magia ao mundo

A editora Lêleh Land acaba de lançar uma série de livros interativos para iPad onde a feiticeira Augui onde as crianças são estimuladas a interagir com a estória. A série inicia-se com dois livros: "Augui e o Mistério do Vale das Fadas" (gratuito) e
Versão para impressão
A editora Lêleh Land acaba de lançar uma série de livros interativos para iPad onde a feiticeira Augui desafia as crianças a interagir com a estória para devolver a magia ao mundo. A série inicia-se com dois livros: “Augui e o Mistério do Vale das Fadas” (gratuito) e “Augui e a Poção da Chuva” (3,59 euros).
 
Nestes livros interativos os jovens leitores são convidados a ajudar a Augui a encontrar um ingrediente raro em cada história, ao longo de toda a série. Cada ingrediente representa um valor humano: Amor, Paz, Respeito, Coragem, Verdade, Amizade e Lealdade.

A estória interativa “Augui e o Mistério do Vale das Fadas” (disponível gratuitamente na App Store da Apple) revela o que aconteceu às fadas no Vale das Fadas e o segredo para as salvar. Nesta aventura, os mais novos podem ajudar a trazer a magia de volta ao mundo.

Já na aventura “Augui e a Poção da Chuva“, que está disponível por 3,59 euros, os mais novos têm que ajuda a feiticeira a curar Feelu, uma menina que não consegue parar de chorar, escolhendo várias opções.

 

Os livros interativos da feiticeira Augui, lançados em parceria com a tecnológica portuguesa IT People, são recomendados para crianças dos 4 aos 6 anos (com assistência de adulto) e dos 7 aos 10 anos (sem ajuda) e estão disponíveis tanto em português e como em inglês.

 
As histórias oferecem interatividade e navegação intuitiva adequada a todas as idades, uma página de Menu que muda ao longo do dia e oferece surpresas sazonais e onde a Augui comunica diretamente com a criança, ilustrações, música original e efeitos sonoros, efeito 'karaoke' para facilitar a leitura, bem como a possibilidade de ligar ou desligar a narração.
 
Um dos cuidados da Lêleh Land, ao desenvolver estas aplicações, foi a segurança da privacidade das crianças. Para isso, decidiu não incluir ligações à internet, anúncios, redes sociais ou compras integradas nas suas aplicações. As crianças têm acesso somente à história da feiticeira Augui.
 
O projeto Augui inclui ainda um website bílingue, especialmente desenhado para as crianças, onde estas podem e explorar os lugares do Monte Abacaba.
 
Sobre a autora

Sofia Caessa nasceu em Lisboa e viveu a sua infância entre os canais da Holanda, os arranha-céus de São Paulo e as praias de Cascais. Em Portugal, escreveu uma história infantil para o lançamento de um novo gelado da Olá para crianças. A curta-metragem “Should the Wife Confess?”, que escreveu e produziu, esteve presente em vários festivais de cinema tendo aberto a secção “Culinary Cinema” do Festival de Berlim em 2012.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub