Sociedade

Audioguias apresentam a verdadeira Nazaré aos turistas

Foi apresentado, esta quarta-feira, o serviço de audioguias 'Nazaré Museum', que levará os visitantes por percursos de interesse turístico através de dispositivos móveis. O mesmo deverá começar a funcionar até ao final de Março e visa alia
Versão para impressão
Foi apresentado, esta quarta-feira, o serviço de audioguias 'Nazaré Museum', que levará os visitantes por percursos de interesse turístico através de dispositivos móveis. O mesmo deverá começar a funcionar até ao final de Março e visa aliar as novas tecnologias ao património do concelho.
 
O projeto resulta de uma parceria da Câmara Municipal da Nazaré com a empresa Digital Impulse, tendo por objetivo “criar um fator de atração adicional a todos os turistas e visitantes, portugueses e estrangeiros que visitem a Nazaré e que possam perceber a história e a tradição” através das novas tecnologias. 
 
“Hoje em dia, o turismo é o principal suporte económico da Nazaré”, sublinha Walter Chicharro, presidente da autarquia, para quem esta iniciativa “é mais uma forma de alavancar a economia local”. 
 
Trata-se de um serviço inovador em Portugal, que “facilita a vida ao turista que chega sozinho ou em família e que, através do 'download' desta aplicação, pode, facilmente, perceber a história do local onde está, perceber a história do concelho, do espaço que visita e das tradições da Nazaré”. 
 
Segundo Samuel Fialho, diretor criativo da empresa Digital Impulse, o 'Nazaré Museum' é um “museu ao ar livre onde o turista é convidado a calcorrear as ruas, onde vão surgindo pontos que são ativados por GPS e, automaticamente, é mostrado através de vídeos, fotografias, texto e áudio” um pouco da cultura e da história do concelho.
 
A empresa reforça que esta nova aplicação permite “roteiros infinitos para todos os gostos e para todos os públicos”, existindo ainda um percurso, o 'top 10', para quem quiser conhecer a Nazaré em duas horas, que obriga as pessoas a passar pelos pontos considerados “imperdíveis”.
 
Com os audioguias “os próprios roteiros tornam-se jogos, em que a pessoa, para poder passar ao ponto seguinte, tem de o desbloquear, respondendo a algumas perguntas de forma acertada”.
 
Há ainda uma “tecnologia de realidade aumentada, que permite aos utilizadores apontarem para as ondas da Praia do Norte, que são as maiores ondas do mundo, supostamente, e conseguirem ver como se formam essas ondas, como é que o Garrett McNamara consegue apanhar essas ondas e porque atingem uma dimensão tão grande”, adianta o responsável.
 
Existem dois modelos de negócio: se o utilizador tiver um smartphone, seja Android ou iPhone, pode descarregar e comprar o roteiro que mais lhe interessa; por seu lado, se não tiver nenhuma destas tecnologias, pode-se dirigir ao posto de turismo, onde aluga por 24 horas um tablet.
 
Os preços não estão ainda totalmente definidos, mas “o aluguer irá variar entre os três e os cinco euros”, sendo que, no caso das aplicações, “terá um custo muito mais reduzido”. 
 
Para os autores do projeto, os audioguias na Nazaré vão colmatar um problema que existe nos principais monumentos de Portugal”, que passa pela “falta de informação para o turista”. 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub