Desporto

Atletismo: Prata e bronze para Portugal

Duas das atletas em quem mais se apostava para a conquista de uma medalha estiveram à altura: Naide Gomes alcançou a prata no salto em comprimento e Jéssica Augusto arrecadou a sua primeira medalha numa grande competição, ao ficar em 3º lugar na prov
Versão para impressão
[Foto: © Getty Images]

Duas das atletas em quem mais se apostava para a conquista de uma medalha estiveram à altura: Naide Gomes alcançou a prata no salto em comprimento e Jéssica Augusto arrecadou a sua primeira medalha numa grande competição, ao ficar em 3º lugar na prova dos 10 mil metros, no segundo dia dos Europeus de Atletismo, em Barcelona.

Naide Gomes e Jéssica Augusto competiam praticamente em simultâneo, sendo que a corrida dos 10.000 metros terminou pouco depois do salto em comprimento. Naide Gomes esteve muito perto de chegar ao lugar cimeiro do pódio, já que igualou a marca da vencedora (6,92 metros), a letã Ineta Radevica.

No entanto, o segundo melhor salto foi o critério de desempate e, assim, Radevica assegurou o ouro, tornando-se na nova (e inesperada) campeã europeia do salto em comprimento. Em 3º lugar ficou a sua antecessora, a russa Olga Kucherenko (6,77m), cujo desempenho ficou muito aquém das expetativas.

Naide Gomes conseguiu alcançar a melhor marca nacional do ano e repetir a façanha de há quatro anos, em Gotemburgo’2006, onde também foi a segunda classificada na sua prova.

Já Jéssica Augusto competia na prova dos 10.000 metros. A atleta, que em todos estes anos se tem vindo a dedicar ao corta-mato, comandou desde início na dupla légua, mostrando um à-vontade notável para quem só este ano abraçou a distância.

Liderando aos 3.000 metros, passados num bom ritmo de 9m34s, e foi quem seguiu com a recordista europeia, nascida na Etiópia mas em representação da Turquia, Elvan Abeylegesse. Após muito forçar, a atleta turca acabaria por descolar, ficando a nortenha longo tempo em segundo lugar.

Hilda Kibet, a segunda classificada da maratona de Londres, em abril passado, acabaria por ir no encalço da portuguesa, para a apanhar a cerca de 600 metros da meta e impor a sua maior velocidade.

Abeylegesse terminou com 31m10,23s, Abitova com 31m22,83s e Jéssica com 31m25,77s – seis posições atrás surgia Ana Dulce Félix, que, apesar de uma longa paragem por lesão, conseguiu um bom nono lugar com 33m12,93s.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub