Ambiente

Atlântico: alunos estudam acumulação de plástico

A Sea Education Association (SEA) é uma associação sem fins lucrativos norte-americana que está a realizar uma expedição desde o início de junho para avaliar a concentração de plástico no oceano Atlântico. Em 18 dias no mar recolheram 41.894 pedaços
Versão para impressão
A Sea Education Association (SEA) é uma associação sem fins lucrativos norte-americana que está a realizar uma expedição desde o início de junho para avaliar a concentração de plástico no oceano Atlântico. Em 18 dias no mar recolheram 41.894 pedaços de plástico. A viagem que dura 34 dias pode ser monitorizada a partir do site oficial da SEA.

“A expedição leva a larga experiência de recolha de amostras de desperdícios marinhos da SEA que permitirá levar a cabo investigações sobre a extensão da poluição de plásticos e o impacto químico e biológico nos ecossistemas marinhos”, conforme explica Giora Proskurowski, uma das cientistas responsáveis que seguem na expedição.

Concentrados na zona das Bermudas, onde se calcula haver uma das maiores extensões de acumulação de plásticos no Atlântico, os alunos e pessoal do SEA realizam uma expedição do género há 22 anos.

A cada meia hora lançam uma rede que recolhe detritos que são na maioria das vezes de pequena dimensão.
 
A pesquisa contínua levada a cabo por esta instituição pretende alertar o público e a comunidade política no papel dos humanos no presente e no futuro dos oceanos.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório