Sociedade

Associação portuguesa distingue jovens inspiradores

A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas premiou os três jovens que mais inspiraram o país ao longo do último ano.
Versão para impressão
Três jovens foram distinguidos como Jovens Inspiradores pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas. Francisco, 11 anos, inventou um programa informático para ensinar a tabuada à irmã. Inês, 17 anos, já tem um livro publicado. E Marine Antunes criou um projeto pioneiro que leva o humor a doentes oncológicos. 
 
Em parceria com a Staples, o concurso Jovens Inspiradores premiou os três portugueses que mais inspiraram o país no último ano. 
 
Na categoria, dos 10 aos 13 anos, o vencedor for Francisco Rodrigues que, com apenas 11 anos, revelou sólidas noções de programação e tudo o que aprendeu foi a partir de um livro em inglês oferecido pela mãe. Pegando nesses conhecimentos, o rapaz decidiu criar um programa para a irmã de 8 anos aprender a tabuada e outro para o irmão de 3 anos aprender a desenhar.

O jovem frequenta o conservatório, onde toca trompete, é aluno de quadro de mérito e pratica judo e natação. Atualmente, partilha todos os programas que cria no seu blogue, Dicas.
 

Na categoria dos 14 aos 17 anos, a vencedora foi Inês Ferreira. A jovem começou a escrever aos 12 anos e aos 16 publicou o seu primeiro livro, no género de poesia, intitulado “Tudo Está Bem Quando Acaba Bem”. Hoje, com apenas 17 anos já escreve artigos para um jornal.  
 
Na categoria dos 18 aos 23 anos, o prémio foi para Marine Antunes. A jovem já passou por uma situação de cancro e, depois de ultrapassada, quis criar o projeto Cancro com Humor. O objetivo é ajudar os pacientes oncológicos a serem doentes mais felizes. Para isso, contacta todos os dias com doentes oncológicos através do blogue e da página de Facebook.

Notícia sugerida por Elsa Martins

 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub