Sociedade

Associação angaria fundos para refeitório social

NULL
Versão para impressão
A Associação Nacional de Ajuda aos Pobres (ANAP) está a desenvolver um novo projeto: a construção de um refeitório social, no Porto, para oferecer refeições diárias a 200 pessoas carenciadas. Para angariar fundos, a associação lançou uma linha de apoio e vai organizar um espetáculo de solidariedade.

O projeto não é novo. Segundo explicou Joana Costa, responsável pela iniciativa do refeitório, ao Boas Notícias, a ANAP tinha já “uma casa na Rua de Monsanto onde se dava refeições, sem qualquer ajuda do Estado”. No entanto, este refeitório foi encerrado pela Segurança Social por não ter licença e a Associação Nacional de Ajuda aos Pobres foi multada em 2640 euros.

Agora, o objetivo da ANAP é a construção de um novo refeitório, que deverá estar concluído já em setembro. A associação dispõe já de um edifício e tenta agora “angariar um montante de 23 mil euros para montar uma cozinha”.

Para isso, a ANAP lançou a linha de valor acrescentado 760 501 514 e está a organizar um espetáculo no pavilhão Rosa Mota (Porto), no dia 23 de julho, das 15 às 20 horas, cujos fundos revertem para este projeto. “Estamos a fazer os possíveis para começar em setembro, mas sem o principal [a cozinha] não conseguimos”, disse Joana Costa.

Este refeitório deverá funcionar, segundo Joana Costa “mediante as necessidades, mas em princípio durante a hora de almoço”, com a possibilidade de se levar comida em caixas para o resto das refeições, tal como no projeto anterior.

A ANAP é uma instituição particular de solidariedade social, sem fins lucrativos, que existe há cerca de sete anos, no Porto, e, segundo o jornal Metro, dá apoio a 437 famílias.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório