Ambiente

Arranca limpeza de resíduos da Siderurgia Nacional

A limpeza do passivo ambiental depositado na antiga Siderurgia Nacional, no Seixal, começa já esta segunda-feira. Segundo a ministra do Ambiente, a iniciativa vai permitir reparar más práticas ambientais do passado e ofere
Versão para impressão
No total, prevê-se que sejam removidas110 mil toneladas de resíduos, num investimento de 2,5 milhões de euros comparticipado por fundos comunitários em 70%, segundo informação prestada à agência Lusa pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território.

"Estamos a investir para reparar algumas situações de más práticas ambientais que no passado foram seguidas no nosso país, através de um esforço de recuperação de passivos ambientais industriais", disse à Lusa a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro.

A operação, que deverá prolongar-se por cerca de cinco meses, passa pela limpeza de oito hectares de terrenos, onde estão depositados vários tipos de resíduos, alguns perigosos, e inertes.

No segundo semestre deste ano, está prevista a descontaminação dos terrenos afetados pelas lamas industriais em Sines, operação com uma duração prevista de dois anos e um investimento de 11,5 milhões de euros.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub