Cultura

Arquiteto português integra exposição em Nova Iorque

Quando as ruas se tornam mais congestionadas, a solução poderá passar por dar aos peões a oportunidade de circularem acima do solo. É esta a proposta do projeto "Sky Network", de Tiago Barros, que integra uma exposição no Museu of the City.
Versão para impressão
Quando as estradas e as ruas se tornam cada vez mais congestionadas, a solução poderá passar por dar aos peões a oportunidade de circularem acima do solo. É esta a proposta do projeto “Sky Network”, concebido pelo arquiteto português Tiago Barros, e que integra uma exposição internacional organizada pela Architectural League no Museum of the City de Nova Iorque até 15 de Julho.

O projeto de Tiago Barros consiste numa rede para peões que seria implementada em Nova Iorque e cuja estrutura poderia crescer de forma quase orgânica. Trata-se de uma rede que faz ligação entre os edifícios, permitindo que surjam novas ruas na cidade, num nível acima do solo, oferecendo assim mais qualidade de vida aos transeuntes.

Em comunicado de imprensa, Tiago Barros explica que “se a cidade se ergue cada vez mais ao nível vertical, também deveria acontecer o mesmo com os espaços públicos” destinados aos peões.

O arquiteto propõe, desta forma, evitar que as ruas de Nova Iorque se tornem ainda mais sobrecarregadas, oferecendo um sistema composto por diversas pontes cujo resultado final é a criação de cerca de 30 por cento de espaços novos de circulação.

Sistema produtor de energia

Além disso, este sistema estaria munido de sensores capazes de converter o movimento dos peões em energia, alimentando a iluminação das ruas do solo. Estas zonas seriam 100 por cento livres de trânsito, permitindo apenas a circulação de pessoas e de formas de transporte amigas do ambiente.

Mais de 120 equipas de 22 países concorreram ao concurso promovido pela Architectural League. Embora não tenha ficado entre os oito vencedores principais, o projeto de Tiago Barros foi convidado para integrar a exposição final do prémio na qual participam cerca de 15 dos projetos concorrentes.

O arquiteto português, residente em Nova Iorque, tem vindo a criar projetos inovadores que oferecem aos utilizadores um novo leque de possibilidades e que já chamaram a atenção da imprensa norte-americana.

Um exemplo do trabalho revolucionário de Tiago Barros é o projeto “Passing Cloud“, que assenta na ideia de criar o transporte mais sustentável de sempre, um género de zepelim que flutua sobre as nuvens ao sabor do vento.

Clique AQUI para conhecer melhor o trabalho de Tiago Barros.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório