Sociedade

Aristides Sousa Mendes recordado em Nova Iorque

'Portugal e a Crise de Refugiados Judeus Durante a Crise da Segunda Guerra Mundial' foi o tema do simpósio que decorreu, este domingo, no Center for Jewish History, em Nova Iorque. O diplomata português Aristides de Sousa Mendes foi o principal homen
Versão para impressão
'Portugal e a Crise de Refugiados Judeus Durante a Crise da Segunda Guerra Mundial' foi o tema do simpósio que decorreu, este domingo, no Center for Jewish History, em Nova Iorque. O diplomata português Aristides de Sousa Mendes foi o principal homenageado do evento. 

O encontro tinha como objetivo “chamar a atenção para Portugal enquanto abrigo para os refugiados durante a Segunda Guerra Mundial e falar do papel de Aristides de Sousa Mendes na passagem segura de todos os que fugiam do holocausto”, explica Olivia Mattis, vice-presidente da Fundação Sousa Mendes, uma das organizadoras do evento, à agência Lusa. 

Segundo a responsável, a fundação tem procurado dar a conhecer o nome e as ações de Aristides, para que o diplomata seja “uma inspiração para a juventude de todo o mundo”.

O português é conhecido por ter desafiado ordens superiores, na altura da Segunda Guerra Mundial, e ter concedido a entrada de milhares de refugiados de todas as nacionalidades, em Portugal. 

Entre conversas e histórias sobre este importante momento da história portuguesa e mundial, o simpósio terminou com a exibição do filme 'Lisbon: Harbour of Hope' (Lisboa, Porto de Esperança), que data de 1994 e que contém dezenas de entrevistas a refugiados que encontraram, na capital portuguesa, um porto de abrigo. 

Além da fundação portuguesa, o evento foi também organizado pelo Center for Jewish History, o Instituto Leo Baeck e a American Sephardi Federation. 

Notícia sugerida por Ana Isabel Veríssimo

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub