Espetáculos e Exposições

Aristides de Sousa Mendes relembrado em Tavira

Aristides de Sousa Mendes, o cônsul português em Bordéus que na II Guerra Mundial ajudou milhares de refugiados a saírem da França e encontrarem um posto seguro aquando da Alemanha nazi, vai ser homenageado na Bliblioteca Municipal Álvaro de Campos,
Versão para impressão
Aristides de Sousa Mendes, o cônsul português em Bordéus que na II Guerra Mundial ajudou milhares de refugiados a saírem da França e encontrarem um posto seguro aquando da Alemanha nazi, vai ser homenageado na Bliblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira, no Algarve.

A palestra intitulada “Aristides de Sousa Mendes: uma memória resistente” terá lugar no dia 12 de Fevereiro, pelas 21 horas. A iniciativa parte da Associação Internacional de Parameologia (AIP- IAP) e visa homenagear o diplomata português.

A palestra, de acordo com comunicado da autarquia, será apresentada por António Moncada de Sousa Mendes, neto do antigo cônsul. Aristides de Sousa Mendes, apelidado de “Schindler português” concedeu 30 mil vistos e salvou milhares de pessoas do holocausto, incluindo 10 mil judeus.

O Cônsul acabou por ser demitido do seu cargo pelo Governo de Salazar, acusado de desafiar as ordens do regime e acabou a sua vida quase na miséria.

António Moncada de Sousa Mendes nasceu a 01 de outubro de 1949. Licenciado em Ciências Políticas e mestre em Filologia Russa (Teatro Contemporâneo), lecciona na Universidade Lusófona de Lisboa. Foi um dos criadores da Fundação Aristides de Sousa Mendes, no ano 2000.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub