Sociedade

Arábia Saúdita recruta enfermeiras em Portugal

A Arábia Saúdita está à procura de enfermeiras portuguesas. O anúncio foi feito pela a agência Professional Connections, que está, desde esta segunda-feira e até ao dia 10 de Maio a recrutar em Lisboa e, dia 9 de Maio, no Porto.
Versão para impressão
Existem vagas na Arábia Saúdita para enfermeiras portuguesas. O aviso é da agência Professional Connections que está a recrutar profissionais do sexo feminino especializadas em enfermagem. As entrevistas estão a decorrer, desde esta segunda-feira e até 10 de Maio, em Lisboa e, dia 9 de Maio, no Porto.
 
O contrato oferecido pela empresa deverá ser iniciado entre Outubro de 2012 e Janeiro de 2013 e pode ser de um ou dois anos, renováveis por mútuo acordo.

Alguns dos hospitais oferecem um bónus de 2.500 dólares (cerca de 1.900 euros) no final de um ano de trabalho. Caso o contrato seja renovado, é ainda prometido um bónus de um mês de salário, que ronda os 3.200 euros livres de impostos.

 
O acordo inclui ainda alojamento, transportes, seguro de saúde e outras despesas gratuitas, assim como os voos de partida e chegada a Portugal.
 
As ofertas para a Arábia Saudita destinam-se ao Hospital e Centros de Investigação King Faisal Specialistm, em Riad e Jeddah, e ao Hospital Nacional King Abdulaziz, em Riad, Jeddah e três outros locais.

Só profissionais do sexo feminino

 
Só estão a ser aceites profissionais do sexo feminino. A agência explica que esta medida está relacionada com a prática da religião muçulmana no país, que proíbe que homens assistam mulheres ou crianças que não sejam da sua família.
 
As enfermeiras devem ter pelo menos 25 anos, dois de experiência e pós-graduação num hospital de referência na área para a qual se candidatam. Já os candidatos à posição de enfermeiros chefe devem ter dois anos de experiência mínima em gestão e, para a posição de enfermeiro diretor, formação ao nível de mestrado, podendo, nos últimos dois casos, candidatarem-se também homens.
 
A língua de trabalho no local é o inglês, pelo que os candidatos devem dominar a língua com fluência.
 
O contrato pode ainda apresentar custos ligados ao exame necessário para a obtenção do visto de viagem, ao registo criminal e à tradução de documentos para inglês.
 
Os interessados devem enviar o CV em inglês para jobs@profco.com e mencionar, no email, dois horários em que estejam disponíveis para atender o telefone, de segunda a sexta-feira. As vagas disponíveis podem ser consultadas AQUI.

[Notícia sugeria por Sofia Baptista]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório