Ambiente

Aquecimento global favorece florestas

Investigadores do Smithsonian Centre (E.U.A.) acreditam que os efeitos do aquecimento global provocam um crescimento acentuado do meio florestal, noticia o jornal
Versão para impressão
Investigadores do Smithsonian Centre (E.U.A.) acreditam que os efeitos
do aquecimento global provocam um crescimento acentuado do meio
florestal, noticia o jornal
Telegraph.

Geoffrey Parker é o ecologista que lidera este estudo efectuado na zona leste do país, onde se registou um crescimento florestal superior ao verificado há dois séculos. De acordo com Parker, o fenómeno é causado pelo aumento dos níveis de dióxido de carbono (CO2).

O CO2, após ser absorvido pelas árvores, é convertido em proteínas e glicose com a ajuda da luz solar (fotossíntese). Assim, a quantidade crescente de emissões de CO2 na atmosfera resulta simultaneamente num maior grau de absorção desses gases, o que poderá contribuir para atenuar os efeitos das recentes alterações climáticas.

Um estudo da Universidade de Leeds, também referido pelo Telegraph, reforça esta teoria: depois do estudo de cerca de 70 mil árvores em diversos países africanos, os investigadores concluíram que a absorção de CO2 por cada hectar de floresta subiu 0,6% relativamente aos dados correspondentes à década de 1960. Se o mesmo acontecesse em todas as florestas tropicais do mundo, estima-se que cerca de cinco biliões de toneladas de CO2 pudessem ser removidos da atmosfera.

No entanto, cientistas e investigadores relembram que é preciso fazer mais pelo meio ambiente, uma vez que os níveis de CO2 emitidos continuam a ser bastante elevados. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório