Saúde

Apelo à dádiva de sangue teve resposta positiva

O apelo à dádiva de sangue teve uma resposta positiva na sexta-feira, anunciou o Instituto Português do Sangue, sem quantificar o sangue recolhido.
Versão para impressão

O apelo à dádiva de sangue teve uma resposta positiva na sexta-feira, anunciou o Instituto Português do Sangue (IPS), sem quantificar o sangue recolhido. O apelo foi lançado na quinta-feira devido a uma quebra abrupta no número de colheitas diárias.

Segundo revelou esta semana o IPS, as reservas de sangue estavam à beira de esgotar: o 'stock' para os grupos sanguíneos A e O negativos não chegam para mais de dois a três dias e as reservas para os outros grupos não ultrapassam os dez dias.

Depois do apelo, o IPS anunciou esta sexta-feira, em comunicado, que as dádivas de sangue de sexta-feira “apontam para uma resposta positiva”.

 
O organismo ressalva que, “apesar destes sinais positivos”, o “trabalho desenvolvido deve ser aprofundado, no sentido de esclarecer todos os dadores e retomar a normalidade das colheitas”.
 
Em conferência de imprensa, o secretário de Estado adjunto da Saúde, Leal da Costa, atribuiu a diminuição das dádivas à ideia falsa de que Portugal estava a desperdiçar sangue, depois de notícias de que o país estava a `deitar fora` plasma (componente do sangue). Entretanto, o IPS já desmentiu a informação em comunicado e conferência de imprensa.
 

Centros de recolha abertos este fim de semana

 
Para tornar mais rápida a recuperação da quebra nas dádivas sanguíneas, os Centros Regionais de Sangue de Lisboa, Coimbra e Porto vão estar abertos este domingo, dia 12 de fevereiro. Os dadores de sangue podem também dirigir-se aos hospitais que dispõem do serviço durante este fim de semana.
 
A lista dos hospitais que fazem recolha de sangue este fim de semana pode ser consultada AQUI

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub