Fitness & Bem-estar

Apanhar banhos de sol ajuda a evitar a diabetes

Se gosta de apanhar banhos de sol, saiba que agora já existe uma razão válida para o fazer: uma equipa de investigadores espanhóis descobriu que o sol pode ser bom para eliminar a diabetes.
Versão para impressão
Se gosta de apanhar banhos de sol, saiba que agora tem mais uma desculpa para o fazer: uma equipa de investigadores espanhóis descobriu que o Sol pode ser um bom aliado para prevenir a diabetes.

Já é conhecida a ligação entre a luz do astro rei com os níveis de vitamina D presentes no organismo, sendo que agora a equipa estabeleceu que esta vitamina é importante para diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Esta vitamina, cuja produção é sintetizada pela luz do Sol, ajuda o organismo a absorver cálcio e a manter a saúde dos ossos e dos músculos. A vitamina D também está presente em alguns alimentos, como por exemplo o leite, mas precisa sempre da luz solar para ser ativada.

A investigação, que decorreu no Hospital Universitário Virgen de la Victoria, em Málaga, contou com 118 participantes que foram classificados de acordo com o seu Índice de Massa Corporal (IMC) e a presença (ou ausência) de diabetes.

Depois, foram medidos os níveis de vitamina D na corrente sanguínea de cada um deles, bem como o comportamento do seu receptor no tecido adiposo.

A conclusão foi de que os pacientes obesos que não têm diabetes tem níveis mais altos de vitamina D do que os obesos com diabetes.

Da mesma forma, conseguiu-se provar que os magros diabéticos têm níveis mais baixos desta vitamina. Daí, os investigadores concluem que os níveis de vitamina D não está relacionado com o IMC, mas sim com os níveis de glicose no sangue.

Os responsáveis pelo estudo estimam que mais de mil milhoões de pessoas em todo o mundo tenham níveis baixos de vitamina D devido a uma baixa exposição à luz solar.

“O mais importante neste estudo é que ele compara os níveis de vitamina D em várias pessoas, desde os magros aos obesos mórbidos”, explicou Mercedes Clemente-Postigo, uma das responsáveis por este estudo, citada pelo mesmo comunicado.

O estudo foi publicado esta semana na revista da sociedade Endocrinologia e Metabolismo da Endocrine Society.

Notícia sugerida por António Resende

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório