Ciência

António Damásio recebe prémio científico japonês

O cientista português António Damásio, atualmente diretor do Brain and Creativity Institute, da Universidade do Sul da Califórnia, foi distinguido com o Prémio Honda 2010, um dos mais prestigiados a nível internacional, pelas suas "notáveis contribui
Versão para impressão
O cientista português António Damásio, atualmente diretor do Brain and Creativity Institute, da Universidade do Sul da Califórnia, foi distinguido com o Prémio Honda 2010, um dos mais prestigiados a nível internacional, pelas suas “notáveis contribuições para o campo da neurociência”.

De acordo com o comunicado emitido pela Fundação Honda na passada terça-feira, grande parte da evolução nos estudos sobre a ligação entre o cérebro, o comportamento humano e o corpo deve-se à teoria desenvolvida por António Damásio, baseada na identificação dos “marcadores somáticos”.

Estes “marcadores sométicos”, segundo Damásio, são modificações do estado do corpo que correspondem a reações emocionais, fulcrais na nossa tomada de decisões.

“Graças à bravura intelectual e à originalidade de raciocínio do Dr. Damásio, conseguimos agora conceber e estudar as emoções da mesma forma que o fazemos com a visão ou a audição, o que nos oferece um entendimento muito mais aprofundado do funcionamento do cérebro enquanto base da consciência. E esse entendimento é, sem dúvida, um dos passos vitais para avançarmos para uma plena sociedade do conhecimento”, declara a Fundação Honda, em comunicado.

António Damásio é o 31º vencedor deste prémio, no valor de 80 mil euros. Irá recebe-lo a 17 de novembro no Imperial Hotel, em Tóquio.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório