Ambiente

Amazónia: 25 novas espécies de árvores descobertas

Biólogos equatorianos descobriram 25 novas espécies de árvores no Parque Natural Yasuní, na floresta da Amázonia perto da fronteira com o Peru, um dos locais com mais diversidade biológica em todo o mundo. O achado é fruto de um trabalho de 15 anos d
Versão para impressão
Biólogos equatorianos descobriram 25 novas espécies de árvores no Parque Natural Yasuní, na floresta da Amázonia perto da fronteira com o Peru, um dos locais com mais diversidade biológica em todo o mundo. O achado é fruto de um trabalho de 15 anos de análise intensiva, conforme refere a agência EFE.

“É extraordinário para uma floresta que tenhamos encontrado estas espécies novas, e neste número”, comentou à agência Efe Renato Valencia, da Faculdade de Ciências Exactas e Naturais da Universidade Católica do Equador.

Ainda que sejam anualmente identificadas novas espécies de insetos ou rãs, encontrar árvores desconhecidas é algo muito raro.

No total foram encontradas 1.200 espécies entre árvores e arbustos que habitam uma parcela de um quilómetro de largura por 500 de comprimento.

O projeto dirigido por Renato Valencia pretende compreender a dinâmica de nascimento, vida e morte das árvores da Amazónia, a partir do estudo de uma parcela escolhida ao acaso. O Parque Natural Yasuní, com cerca de um milhão de hectares, é a maior reserva natural do Equador e aí vivem mais de mil espécies de animais.

“A selva é enigmática. Às vezes pensamos que a conhecemos toda, mas a realidade é que não conhecemos o nome das espécies na maioria dos casos”, adianta Valencia.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório