Ambiente

Alunos identificam rã ameaçada em Odemira

A rã-de-focinho-pontiagudo, uma espécie da família Discoglossidae e que se encontra ameaçada por destruição do seu habitat, foi identificada em Odemira por três alunos da Escola Secundárioa Dr. Manuel Candeias Gonçalves. Os jovens participam agora na
Versão para impressão
A rã-de-focinho-pontiagudo, uma espécie da família Discoglossidae e que se encontra ameaçada por destruição do seu habitat, foi identificada em Odemira por três alunos da Escola Secundárioa Dr. Manuel Candeias Gonçalves. Os jovens participam agora na Semana Internacional de Investigação, a decorrer na Suíça até ao dia 3 de julho.

Ao notarem que algumas espécies que estavam habituados a observar em Odemira não marcavam presença no atlas editado em 2008 pelo Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade, Francisco Silva, João Pedro Pereira e Rúben Gonçalinho decidiram explorar os charcos locais com o intuito de identificar o maior número de espécies possíveis, sempre acompanhados pela professora Paula Canha.

A iniciativa deu frutos: não só identificaram dois exemplares da rã-de-focinho-pontiagudo, como ainda registaram a descoberta de novas espécies de anfíbios e répteis, entre os quais o tritão-de-ventre-laranja (Lissotriton boscai), a cobra-cega (Blanus cinereus), a cobra-de-ferradura (Hemorrhois hippocrepis), e a cobra-de-capuz (Macroprotodon brevis).

Os três alunos da escola secundária de Odemira ganharam ainda o terceiro lugar do Concurso Nacional para Jovens Cientistas e Investigadores, graças aestas suas descobertas.

De acordo com o jornal Público, a presença dos jovens na Suíça conta com o apoio da Fundação da Juventude, que é também a entidade responsável pela promoção da Final Europeia para Jovens Cientistas, a realizar-se em Lisboa, no mês de setembro.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório