Saúde

Alunos avaliam saúde em concelhos do interior

No âmbito do projeto "Medicina na Periferia", promovido pela Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (AEICBAS), alunos de medicina, do Porto, avaliaram o estado de saúde das populações de seis concelhos do interior d
Versão para impressão
No âmbito do projeto “Medicina na Periferia”, promovido pela Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (AEICBAS), alunos de medicina, do Porto, avaliaram o estado de saúde das populações de seis concelhos do interior do país.

A iniciativa levou os estudantes ao Peso da Régua, Mirandela, Lousada, Arcos de Valdevez, Ponte de Lima e Mesão Frio com o intuito de desenvolverem as suas capacidades de interação com os doentes e detetar fatores de risco nas populações carenciadas destes concelhos.

De acordo com a Sic Notícias, foram realizados rastreios ao nível da hipertensão arterial, glicemia, colesterol, cálculo do índice de massa corporal e medição do perímetro abdominal.

“Este tipo de ações é extremamente importante, no sentido de detetar precocemente sinais de alarme que podem evitar a evolução de determinadas doenças”, afirmou em comunicado Tiago Ramos, um dos elementos da AEICBAS.

O projeto “Medicina na Periferia” é ainda uma oportunidade para os futuros médicos do ICBAS contactarem com realidades diferentes das vividas, por exemplo, num ambiente hospitalar de uma grande cidade, como o Porto.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub