Portugal Excelência

AlgaPlus: Algas que fazem bem por dentro e por fora

Com produção biólogica, alto valor nutritivo e propriedades antioxidantes, as algas na Ria de Aveiro estão a conquistar a Europa e já chegam à Australia. A jovem empresa AlgaPlus produz sete macro algas que estão a fazer sucesso na área da gastronomi
Versão para impressão
Com produção biólogica, alto valor nutritivo e propriedades antioxidantes, as algas na Ria de Aveiro estão a conquistar a Europa e já chegam à Australia. A jovem empresa AlgaPlus produz sete macro algas que estão a fazer sucesso na área da gastronomia e da cosmética. 

por Patrícia Maia
 
Crescem nos tanques de aquacultura da Materaqua, em Ílhavo, alimentadas pelas águas da Ria de Aveiro. Assim, as algas da AlgaPlus “absorvem os nutrientes provenientes do meio natural, não necessitando de qualquer tipo de aditivo o que nos garante a certificação biológica na produção”, explica ao Boas Notícias Ana Ribeiro, responsável de marketing da AlgaPlus. 
 
A empresa detém três marcas com especial destaque para a Tok de Mar, dedicada à venda de algas e de produtos alimentares com algas (já provou as famosas conservas de sardinhas com algas?). A outra marca, Sea Originals, dedica-se a algas para produtos da área cosmética. Já a terceira marca da empresa, Alga+, é mais focada na venda de algas a granel para empresas. 
 
Os produtos encontram-se à venda um pouco por todo o país, em lojas de produtos naturais e mercearias ou lojas gourmet. Contudo, as empresas alimentares, lojas de especialidade e restaurantes são os principais clientes da AlgaPlus. As algas podem ainda ser saboreadas nas cartas de alguns restaurantes de como o The Yeatman, Feitoria, Sal Poente, Fortaleza do Guincho. 
 
kit de banho Sea Originals é um produto de talassoterapia 100% natural e produzido manualmente de forma sustentável

Há mais de 10.000 macro algas no mundo. Mas por agora, a ALGAplus decidiu produzir “apenas” sete, as que são mais familiares junto do público português: alface-do-mar, musgo-irlandês, erva-patinha (conhecida por “nori atlântica”), a botelho-comprido (conhecida por “dulse”), a cabelo-de-velha, conhecida por “ogonori”, a fava-do-mar e o chorão-do-mar. Se não sabe o que há-de cozinhar com estes ingredientes verdinhos, pode sempre consultar o blogue da Tok de Mar que oferece dezenas de receitas para todos os gostos.

 
Saborosas e com alto valor nutritivo
 
Wrap de salmão com alface-do-marWrap de salmão com alface-do-mar e musgo-irlandês é uma das receitas disponíveis no blogue Tok de Mar

O valor nutritivo deste vegetal marinho tem vindo a ganhar protagonismo junto dos especialistas e Ana Ribeiro confirma que as algas são já consideradas um superalimento “por terem níveis elevados de fibra, proteínas e minerais e vitaminas essenciais, mas com baixo teor de gordura e sal”. 

“São inclusivamente mais ricas do que alguns vegetais terrestres em minerais fundamentais como ferro (mais que nas lentilhas), zinco, iodo, selénio, cálcio e potássio, sódio, magnésio e cobre. São também extremamente ricas em vitaminas, nomeadamente do complexo B, A (incluindo betacaroteno) e vitamina E”, acrescenta a responsável. 
 
Alias, vários estudos já demonstraram a capacidade das algas na redução de certas doenças – como a diabetes, doenças cardiovasculares e até alguns tipos de cancro. Por isso mesmo, a ALGAplus, em parceria com os Irmãos Monteiro S.A., a CentralRest Lda. e a Universidade de Aveiro, “iniciou este ano o projeto SHARP que vai focar-se também nesta necessidade: alimentos saborosos com algas mas que tenham um papel na prevenção de algumas das doenças do nosso século”.

Algas portuguesas já chegam à Austrália
 
A ideia de produzir algas num ambiente de aquacultura multitrófica integrada (IMTA) surgiu em 2006, resultado da experiência internacional e dos trabalhos de investigação com macroalgas dos fundadores da AlgaPlus, os biólogos Helena Abreu e Rui Pereira. Mas foi só em 2011 que nasceu a empresa que, hoje em dia, já exporta para a França, o Reino Unido, a Polónia, a Suíça, a Grécia, a Holanda e a Austrália. 
 

A AlgaPlus tem também assinado diversas parcerias para criação de produtos com algas das quais nasceram o Pão d'Algas, o Nautilus – um gin aromatizado com algas (ambos produtos elaborados em parceria com o Politécnico de Leiria) ou o mel salgado Beesweet. E muitos outros poderão nascer desta empresa que quer mudar a forma como vemos (e consumimos) os vegetais que vêm do mar.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório