Sociedade

Alemanha procura licenciados portugueses

Para impulsionar o crescimento do seu mercado, o Governo alemão pretende contratar licenciados portugueses e espanhóis com competências nas áreas da engenharia e das telecomunicações e que estejam no desemprego.
Versão para impressão
[Fotografia: Durão Barroso e a chanceler alemã Angela Merkel]

Para impulsionar o crescimento do seu mercado, o Governo alemão pretende contratar licenciados portugueses e espanhóis com competências nas áreas da engenharia e das telecomunicações e que estejam no desemprego.

A notícia foi avançada no sábado pela edição online do semanário alemão Der Spiege, onde se dá conta que a medida tem o apoio da principal força política da Alemanha, o partido democrata-cristão.

“No sul e no leste da Europa há muitos jovens desempregados que procuram urgentemente trabalho”, disse o vice-presidente daquele grupo parlamentar, Michael Fuchs.

Esta posição é reiterada pelo dirigente da União Social Cristã (CSU) da Baviera, Max Straubinger: “É melhor ir buscar força de trabalho à Europa do que ter de mudar de novo a lei de imigração para permitir a entrada de pessoas de outras regiões”, disse ao Der Spiege.

A chanceler Angela Merkel também se manifestou a favor de uma iniciativa que poderá constituir uma oportunidade de emprego preciosa para os cerca de 50 mil jovens licenciados desempregados em Portugal.

Estima-se que 116 mil portugueses vivam na Alemanha, número que tem vindo a subir graças à vaga de jovens académicos portugueses que lá procuram colocação.

Por seu lado, o maior país da União Europeia debate-se com o rápido envelhecimento da população, precisando pois de população ativa jovem para revitalizar os seus quadros técnicos.

[Notícia sugerida pelo utilizador Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub