Ciência

Alegria aumenta probabilidade de ter vida mais longa

NULL
Versão para impressão
As pessoas alegres vivem mais tempo que as pessimistas. Pelo menos foi esta a conclusão de um estudo levado a cabo na Inglaterra que conclui que os mais sorridentes tinham menos 35% de probabilidade de morrer nos cinco anos seguintes ao início da análise.

Os dados foram confirmados por duas vezes, e apesar de, na segunda amostragem, os valores terem diminuído, a conclusão manteve-se: as pessoas mais alegres não só desfrutam mais da vida, como podem saboreá-la por mais tempo. Quem o diz são investigadores do English Longitudinal Study of Ageing (ELSA) que analisaram cerca de 3,800 mil pessoas com mais de 50 anos desde 2002.

O objetivo dos cientistas era associar o estado de espírito daquelas pessoas com a sua longevidade e os primeiros resultados foram claros, lê-se no estudo publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Das 924 pessoas que mostraram sentimentos mais negativos 7,3%, ou seja, 67, morreram nos cinco anos seguintes, enquanto no caso dos mais positivos o valor decresceu para 3,6%, ou seja, metade.

Não satisfeitos com os resultados obtidos, os investigadores reformularam o seu método de análise. De facto, era importante ter em conta a idade, sintomas de depressão, doenças e o estado de saúde das pessoas, de forma a fazer uma comparação real. Os resultados voltaram a certificar que os mais alegres viviam mais tempo.

O valor baixou para 35%, comprovando que quem deixa de lado os sentimentos de ansiedade e tristeza tem uma probabilidade maior de morrer mais cedo. Segundo o que os autores Andrew Steptoe e Jane Wardle dizem no estudo, estes valores não devem ser interpretados como uma fórmula definitiva que indica que a felicidade prolonga a vida. De qualquer forma a descoberta reforça a importância de viver com um sentimento de bem-estar na idade mais avançada.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório