Sociedade

Águeda: Cadela baleada é salva por voluntários

Em Águeda, no passado sábado, uma cadela rottweiler gravemente ferida foi encontrada abandonada no meio do mato, e salva por um grupo de voluntários da zona. Em alusão à princesa guerreira, a cadela foi batizada de Xena.
Versão para impressão
Em Águeda, no passado sábado, uma cadela rottweiler gravemente ferida, com um tiro, foi encontrada abandonada no meio do mato, e salva por um grupo de voluntários da zona. Em alusão à princesa guerreira, a cadela foi batizada de Xena, por ser capaz de sobreviver a tamanha provação. 
 
A cadela foi encontrada “numa ravina completamente despercebida” por um homem que procurava o seu cão, que tinha fugido. Xena estava “baleada na nuca, com uma ferida de onde saíam larvas e um cheiro nauseabundo, envolta em sacos de plástico e com cerca de 50 quilos de pedras em cima”, lê-se na página de Facebook criada para apoiar a cadela.
 
O animal foi encontrado inconsciente e, pelo aspeto dos ferimentos, teria sido ali abandonado há mais de 24 horas. Depois de várias tentativas, o homem conseguiu entrar em contacto com a Associação dos Amigos dos Animais de Águeda.

Depois de oito horas de resgate, a equipa de voluntários tratou de remover todos os sacos de plástico em que estava enrolada e de a trazer para a sombra, onde lhe deu água e lhe tentou baixar a temperatura corporal.

A cadela foi, depois, transportada para o Hospital Veterinário do Baixo Vouga, onde os exames confirmavam um tiro de caçadeira na nuca do animal. Ainda em recuperação, Xena conta já com um grupo na rede social do Facebook, com vista à angariação de fundos para os tratamentos de que necessita.

Clique AQUI para aceder ao grupo 'Todos Pela Xena', no Facebook.

Notícia sugerida por Raquel Baêta e Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub