Sem categoria

Aerocluster Portugal ganha projeto de investigação europeu no valor de 5,5 milhões de euros

Versão para impressão

Contribuir para o desenvolvimento de aeroestruturas inteligentes, ensaios de nova geração e automatizar processos produtivos e tecnologias associadas à manutenção, na lógica da indústria 4.0, aplicados a três demonstradores específicos à escala real – dois cockpits e uma asa, são os objetivos da participação no programa Clean Sky 2.

O Clean Sky 2 é a segunda edição do programa de investigação aeronáutica mais ambicioso alguma vez lançado na Europa, cuja principal missão é desenvolver tecnologias inovadoras que permitam potenciar o desempenho ambiental do transporte aéreo.

Trata-se de uma parceria público-privada entre a Comissão Europeia e as principais empresas europeias do setor aeronáutico, que gere 3.6 biliões de euros para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação (ID&I) no setor.

O Aerocluster Portugal, que formalizou a sua participação como core partner do Clean Sky 2 durante o mês de julho, foi o vencedor do projeto liderado pela Airbus Defence and Space.

Aerocluster Portugal

Criada em 2014, é uma associação de empresas do setor aeronáutico que tem como objetivo promover o seu crescimento, focando-se especialmente em projetos com financiamento europeu. A participação deste consórcio, através do “Projeto PASSARO”, no Clean Sky 2 contou com a participação das seguintes entidades Aertec, Alma Design, Caetano Aeronautic, CEIIA, Critical Materials, Edisoft, GMV, INEGI, ISQ, Optimal Solutions e Tekever.

O “PASSARO” irá concentrar-se no desenvolvimento de novos materiais compósitos multifuncionais, de sistema de diagnóstico de estruturas mecânicas em tempo real Structural Health Monitoring (SHM) e na aplicação de soluções ergonómicas baseadas sobre o “design thinking” no desenho de cockpits de última geração.

Este projeto vai focar-se, ainda, na utilização de novas tecnologias digitais e robóticas, na lógica da indústria 4.0, no processo de fabrico e manutenção duma asa. Por fim, uma linha de investigação irá centrar-se na simulação e realização de ensaios estruturais de nova geração, complementando assim o portefólio de projetos.

Com esta participação, a Aerocluster Portugal consolida a sua posição como ator relevante no desenvolvimento de tecnologias para o setor aeronáutico e pretende promover internacionalmente a excelência tecnológica portuguesa. Permite também o contributo da indústria ibérica na definição das políticas europeias para ID&I num setor tão exigente como o da aeronáutica. Para além de todos os benefícios diretos, como core partner deste projeto, a Aerocluster Portugal assume um papel premente e bidirecional na divulgação de novas tecnologias europeias, bem como na aplicação de tecnologias provenientes de outros setores na realidade específica da indústria aeronáutica. Assim, favorece-se claramente o enriquecimento do know-how e excelência tecnológica no tecido empresarial português e europeu.

O “Projeto PASSARO” e o programa Clean Sky 2 inserem-se no Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação lançado pela União Europeia que tem como propósito o crescimento e a criação de postos de trabalho no continente Europeu.

// www.aeroclusterportugal.pt

// www.cleansky.eu

O conteúdo Aerocluster Portugal ganha projeto de investigação europeu no valor de 5,5 milhões de euros aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub